nsc
    nsc

    Infraestrutura

    Convênio para balizamento noturno do Aeroporto Quero-Quero ainda não foi assinado

    Compartilhe

    Por Pancho
    16/02/2020 - 08h30
    Aeroporto Quero-Quero
    Sem balizamento, pousos e decolagens só são autorizada durante o dia. Foto: Gilmar de Souza, BD, 26/7/2013

    Apesar do governador Carlos Moisés (PSL) ter anunciado há quase cinco meses que o governo do Estado vai bancar o balizamento noturno e o cercamento do Aeroporto Quero-Quero, em Blumenau, não há sequer um convênio assinado entre as partes. O documento é necessário para que o Estado repasse o dinheiro que será usado pela prefeitura de Blumenau para bancar a obra.

    O secretário municipal de Trânsito e Transportes, Éder Boron, diz que nesse período houve uma discussão sobre o termo de referência, estudo que serve de base para as licitações que serão lançadas. A papelada necessária para o convênio entre município e Estado já está em Florianópolis e ele espera assinar o documento no máximo em março.

    Quando o convênio for assinado, a prefeitura poderá lançar a licitação para contratar a empresa que fará o projeto da obra e só depois disso é que será feita a licitação para a instalação do balizamento propriamente dito. Ou seja, com sorte teremos isso concluído até o fim do ano.

    O balizamento noturno é um conjunto de sinalização e equipamentos que dá condições ao aeroporto de operar pousos e decolagens à noite. Hoje as aeronaves só podem chegar e deixar o Quero-Quero entre o nascer e o pôr do sol.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas