publicidade

Pancho

Infraestrutura

DNIT quer liberar trânsito em nova pista da BR-470 nas próximas semanas

Compartilhe

Por Pancho
16/05/2019 - 10h16 - Atualizada em: 16/05/2019 - 10h16
No final do ano passado parte do trecho a ser liberado já tinha asfalto.Patrick Rodrigues, BD, 14/12/2018
No final do ano passado parte do trecho a ser liberado já tinha asfalto.Patrick Rodrigues, BD, 14/12/2018

É possível que o motorista que transita pela BR-470 sinta o gostinho de alguma duplicação até o final deste mês. Aqueles oito quilômetros de pista nova, no sentido Litoral - Blumenau, que estão praticamente prontos no lote 2, entre Ilhota e Gaspar, podem ser liberados nas próximas semanas. É o que diz o superintendente catarinense do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), Ronaldo Carioni Barbosa.

A ideia é trazer o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, para liberar o tráfego na pista nova e fazer com que ele perceba o lento ritmo da obra e a necessidade de suplementação no orçamento para a duplicação da rodovia. Esse, pelo menos, é o desejo da bancada catarinense em Brasília, que ficou com a tarefa de convidar e trazer o ministro.

Desde o final do ano passado é possível vislumbrar o trecho que está para ser concluído (foto). Se a pista nova for de fato liberada, os trabalhos vão se concentrar na recuperação da pista antiga no mesmo trecho. Ou seja, quando tivermos oito quilômetros de duas pistas novas liberadas em direção a Blumenau, teremos duas pistas no sentido litoral, mas com obras de recuperação em andamento. Para inaugurar o trecho com as quatro pistas prontas ainda há o desejo de trazer o presidente da República, Jair Bolsonaro.

Carioni diz que é importante fazer com que a obra ande no ritmo desejável neste ano. Isso porque o DNIT já determinou que em 2020 o foco de atuação seja na manutenção das rodovias federais.

O órgão cobra velocidade da empresa contratada para executar os lotes 3 e 4, entre Gaspar e Indaial, onde o ritmo é mais lento. Especialmente no lote 4, de Blumenau a Indaial.

Deixe seu comentário:

publicidade