nsc

publicidade

Pancho

Infraestrutura urbana

Saiba como será a duplicação da ponte Adolfo Konder, no Centro de Blumenau

Compartilhe

Por Pancho
03/04/2019 - 12h15
Duplicação da ponte Adolfo Konder
Duplicação da ponte Adolfo Konder. Foto: divulgação, PMB

Como adiantado pela coluna na noite desta terça-feira, a prefeitura de Blumenau decidiu suspender temporariamente a licitação da ponte Norte-Sul, e apostar todas as fichas em um novo projeto: duplicar a ponte Adolfo Konder, principal ligação entre o Centro e o bairro Ponta Aguda junto ao Castelinho da Rua XV de Novembro.

A ideia é construir uma nova ponte ao lado daquela que está no local. No primeiro momento, ela terá uma pista no sentido Centro-bairro, ciclovia e passeio. As outras duas pistas da ponte antiga serão usadas pelos veículos no sentido bairro-Centro.

Duplicação da ponte Adolfo Konder
Duplicação da ponte Adolfo Konder
(Foto: )

Numa segunda etapa a prefeitura vai deixar mais largo o passeio da estrutura antiga. Quando essa ampliação for concluída, a ponte nova passará a ter duas pistas no sentido Centro-bairro e antiga permanecerá com duas no sentido bairro-Centro.

Duplicação da ponte Adolfo Konder
Duplicação da ponte Adolfo Konder
(Foto: )

Na teoria, a nova estrutura servirá para ajudar na vazão do fluxo do binário das ruas Chile e República Argentina, que está em obra e deve ser concluído até agosto deste ano. Inicialmente, a ponte projetada na época do prefeito João Paulo Kleinübing, entre as ruas Rodolfo Freygang e Chile, seria a ideal, mas é uma estrutura cara e não há fonte de recursos definida para ela.

Dinheiro

Com a decisão de suspender a licitação da ponte Norte-Sul, a prefeitura vai investir os R$ 38,9 milhões do financiamento da Caixa em outras obras que ainda serão definidas e apresentadas ao banco. Para duplicar a ponte Adolfo Konder a prefeitura já entrou com pedido de financiamento junto à Caixa. A estimativa é de um investimento de aproximadamente R$ 20 milhões.

Com isso, não haverá mais dinheiro certo para a ponte Norte-Sul. Se todos os impasses forem resolvidos e não houver mais qualquer empecilho para erguer a estrutura, a prefeitura vai ter que buscar uma nova fonte de financiamento.

Deixe seu comentário:

publicidade