publicidade

Navegue por
Pedro

Pesquisa

Blumenau avança em ranking das cidades mais inteligentes e conectadas do país

Compartilhe

Por Pedro Machado
06/09/2018 - 06h56 - Atualizada em: 06/09/2018 - 09h55
Foto: Luís C. Kriewall Filho, Especial

Blumenau subiu 11 posições no ranking das cidades mais inteligentes e conectadas do Brasil. Passou da 27ª colocação, em 2017, para a 16ª neste ano. Feito pela empresa de consultoria Urban Systems desde 2015, o estudo Connected Smart Cities considera 70 indicadores nas áreas de mobilidade e acessibilidade, urbanismo, meio ambiente, energia, tecnologia e inovação, economia, educação, saúde, segurança, empreendedorismo e governança. A soma dessas categorias indica municípios com maior potencial de desenvolvimento.

Curta Pedro Machado no Facebook​​​​

Leia mais notícias de Pedro Machado​​

A liderança nacional é de Curitiba, que ultrapassou São Paulo. De Santa Catarina, Florianópolis apresentou o melhor desempenho: passou da sexto para a quinta posição geral. Em seguida vem Blumenau. Balneário Camboriú também registrou grande salto, evoluindo do 62º para o 24º lugar. Joinville foi de 35ª para 30ª e Itajaí de 34ª para 31ª. Jaraguá do Sul (68ª) e Chapecó (77ª) fecham a lista de cidades catarinenses no ranking.

O grande destaque de Blumenau foi em Governança. Nesta categoria, a cidade computou o terceiro melhor resultado do país, atrás apenas de Curitiba e Brasília. Apesar de o nome sugerir, não é a aprovação popular da gestão pública que mais conta neste caso. Valem pontos o nível de escolaridade do prefeito, os números do Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal (IFDM) – que considera dados socioeconômicas de emprego e renda, saúde e educação –, o cumprimento de dispositivos da Lei de Acesso à Informação e a existência de conselhos municipais, canais participativos da comunidade na construção de políticas públicas em diferentes áreas.

Outras áreas

Em outras categorias em que aparece listada pelo estudo, Blumenau subiu da 31ª para a 27ª posição em Tecnologia e Inovação, de 40ª para 33ª em Segurança e de 33ª para 21ª em Economia. Por outro lado, desceu um degrau em Empreendedorismo (de 26ª para 27ª) e dois em Educação (de 12ª para 14ª).

O ranking nacional

1. Curitiba (PR) 2. São Paulo (SP) 3. Vitória (ES) 4. Campinas (SP) 5. Florianópolis (SC) 6. Rio de Janeiro (RJ) 7. Belo Horizonte (MG) 8. Porto Alegre (RS) 9. Santos (SP) 10. Niterói (RJ) 16. Blumenau (SC)

Como é feito

São analisados 70 indicadores nas áreas de mobilidade e acessibilidade, urbanismo, meio ambiente, energia, tecnologia e inovação, economia, educação, saúde, segurança, empreendedorismo e governança. O estudo pode ser baixado na íntegra aqui.

Deixe seu comentário:

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação