nsc
nsc

Lista

Top 5 jogos baseados em filmes

Compartilhe

Pensando
Por Pensando Sobre Games
11/11/2021 - 07h00
Herói Aladdin segura espada em cenário de deserto
Tela do jogo Aladdin, para Mega Drive (Foto: Disney/Divulgação)

Esses dias, participei do podcast Põe na Lista e conversei com a jornalista Marina Martini Lopes sobre filmes baseados em games. Caso você não tenha escutado ainda, pode ouvi-lo aqui. Confesso que costumo fugir desse tipo de filme. Digamos que eles não costumam ser bons.

Muita gente também acha que isso vale para o contrário: jogos baseados em filmes. Bem, eu já acho que depende. Por isso, resolvi fazer uma lista com meus games favoritos baseados em filmes. 

-> Pensando Sobre Games: por que esse desprezo com os jogos antigos?

Usei alguns critérios: o título tem que ter como base um determinado filme, e não o universo cinematográfico (como é o caso de Alien: Isolation ou de muitos jogos do Star Wars). Também coloquei só um game de cada franquia.

Se o seu título favorito não apareceu aqui, não fique chateado. Talvez eu não tenha jogado esse game, ou tenha jogado pouco depois para formar uma opinião concreta. Pode me mandar lá no Twitter ou Instagram a sugestão. Agora bora pra lista:

5. Toy Story – Mega Drive e Super Nintendo

Com gráficos lindos para a época, o jogo baseado em uma das primeiras animações em 3D no cinema a fazer muito sucesso também foi uma bola dentro nos videogames. Você controla o caubói de brinquedo Woody, em sua tentativa de impedir que o astronauta Buzz Lightyear se torne o favorito do dono Andy.

É um jogo de plataforma com uma variedade legal de fases, incluindo uma em que você controla um carrinho numa pista com visão aérea. Os chefes também são legais.

4. Aladdin – Mega Drive

Aladdin pula para escapar de pedra rolando em meio a cenário de lava
Aladdin, para o Mega Drive
(Foto: )

Com uma animação muito parecida com o desenho, trilha sonora do filme e controles que respondem bem, o jogo do Aladdin para Mega Drive é uma ótima pedida. Ele é um jogo de ação e plataforma, em que você controla o protagonista da história e ataca com uma espada ou jogando maçãs nos inimigos.

O enredo segue mais ou menos a história do filme e os gráficos fazem parecer que você está jogando o desenho. O game não é dos mais difíceis, então você consegue chegar ao final sem querer arremessar o controle na parede.

Também teve Aladdin no Super Nintendo, feito pela Capcom. E é um jogo diferente, mas também muito legal! Dos saudosos tempos que os consoles tinham muitos exclusivos. Não coloquei o do SNES na lista porque joguei bem pouco o título.

3. Harry Potter and the Order of the Phoenix – Wii, Xbox 360, PS3, PS2, PC e MAC

Capa do jogo Harry Potter and the Order of the Phoenix mostra vários estudantes de Hogwarts
Harry Potter e a Ordem da Fênix é o quinto game da franquia
(Foto: )

Teoricamente, Harry Potter é uma série de livros. Porém, dá pra ver pela direção de arte deste jogo que ele é baseado no filme. Eu sempre gostei dos games do Potter, apesar de não ter jogado ainda o Cálice de Fogo e os três últimos.

O d’A Ordem da Fênix é divertido porque é mais livre, mais “mundo aberto” do que os três primeiros. Neste, você pode andar por Hogwarts, conversar com colegas, arrumar coisas que estão erradas no castelo. E tem muitas missões legais de completar.

-> Pensando Sobre Games: Nintendo Switch online e outras assinaturas

Os primeiros jogos do Potter eram bem no estilo Zelda Ocarina of Time e tinham mundos menores, que não davam para explorar livremente. Você era meio que levado pelas fases depois de uma cinemática. Acho que A Ordem da Fênix trouxe um espaço mais legal pra explorar. E no Wii você faz os feitiços com gestos! Bem, eu adoro essas imersões com o controle.

2. The Godfather – Wii, Xbox 360, Xbox, PS3, PS2, PSP e PC

Capa do game The Godfather
Marlon Brando na capa do game The Godfather
(Foto: )

À primeira vista, pode parecer que o jogo d’O Poderoso Chefão é apenas um clone de GTA. Mas não é verdade! Ele tem um vibe diferente. Você não é muito recompensado por trazer o caos na cidade. Pelo menos, não senti isso.

Este game é muito legal porque o seu personagem evolui na história, tem atributos (mesmo que bem rasos, mas são divertidos) e a história de conflito entre grupos criminosos faz sentido. De quebra, você ainda ouve a ótima trilha sonora do filme enquanto vive as suas aventuras ilegais.

-> Pensando Sobre Games: jogos reconfortantes

Eu joguei no Wii e era legal demais porque os controles foram muito bem implementados. Nada de ficar sacudindo que nem um louco. No Wii, você tem a mira e ainda alguns gestos muito bem bolados, como o de aproximar e afastar os controles para simular que você está esganando alguém. Pois é, você não controla um mafioso muito misericordioso.

1. Goldeneye 007 - Nintendo 64

Bem, talvez o primeiro lugar não tenha sido surpresa pra você. Afinal, você foi lendo a lista e nada do clássico de tiro em primeira pessoa do Nintendo 64 aparecer. Goldeneye 007 é um daqueles pequenos milagres que ocorrem e fazem a gente voltar a ter fé na indústria. Um jogo que atrasou e saiu dois anos depois do filme, em vez de ser feito às pressas para coincidir com a estreia do longa. Um game que marcou um gênero e ajudou a popularizar os títulos de tiro em primeira pessoa nos consoles. E o jogo que me fez, para a alegria das pessoas que têm a licença do personagem, gostar do James Bond e também do gênero de tiro.

Tela da primeira fase de Goldeneye 007 no remake da Xbox Live Arcade, nunca lançado
A primeira fase de Goldeneye 007 no remake da Xbox Live Arcade, nunca lançado
(Foto: )

Infelizmente, a única forma de você jogar este clássico é no próprio Nintendo 64. Muitas empresas estão envolvidas na licença de Goldeneye 007. E alguma ou algumas impediram que um remake, que foi desenvolvido para ser lançado na Xbox Live Arcade do Xbox 360, saísse. Um outro remake foi feito na geração Wii/X360/PS3, mas tinha muitos elementos da série Call of Duty para o meu gosto.

Um último comentário: o filme é bem fraquinho. Goldeneye 007 é um ótimo exemplo de como os videogames podem ser um ótimo local para contar histórias, sem desprezar a jogabilidade para encher de cinemáticas. Viva Goldeneye!

Leia também:

-> Põe na Lista: filmes e séries inspirados em jogos de videogame

-> Pensando Sobre Games: entrevista com os compositores de "Fall Guys"

Joana Caldas - Pensando Sobre Games

Colunista

Pensando Sobre Games

Um espaço dedicado aos videogames. A jornalista Joana Caldas aborda novidades e jogos saudosos, além de debater tendências e refletir sobre o que torna este hobby tão divertido e apaixonante.

siga Pensando Sobre Games

Joana Caldas - Pensando Sobre Games

Colunista

Pensando Sobre Games

Um espaço dedicado aos videogames. A jornalista Joana Caldas aborda novidades e jogos saudosos, além de debater tendências e refletir sobre o que torna este hobby tão divertido e apaixonante.

siga Pensando Sobre Games

Mais colunistas

    Mais colunistas