nsc
    nsc

    Fenômeno

    Forte temporal no Extremo Oeste de Santa Catarina sugere tornado

    Compartilhe

    Puchalski
    Por Puchalski
    10/06/2020 - 20h58 - Atualizada em: 11/06/2020 - 12h37
    ­
    Foto: Defesa Civil

    Durante o final da tarde desta quarta-feira (10) um forte temporal atingiu uma área do Extremo Oeste de Santa Catarina entre as cidades de Itapiranga, Iporã do Oeste, Descanso e Belmonte. Importante destacar que os estragos na maior parte dessas cidades foi causado por um forte temporal, nuvens do tipo cumulunimbus.

    > Santa Catarina está na segunda região mais propícia a tornados em todo o mundo, diz pesquisa

    Abaixo temos uma imagem de radar da Defesa Civil localizado em Chapecó. Nele percebemos uma "assinatura' que normalmente aparece quando temos super células associadas da tornados (quase como uma vírgula invertida).

    > Veja imagens do rastro de destruição do possível tornado no Oeste de Santa Catarina

    Imagem de radar
    Imagem de radar
    (Foto: )

    A localização dessa assinatura fica mais ou menos no município de Descanso.

    Duas fotos abaixo mostram estragos que são característicos de tornado. Elas são de Descanso. Uma árvore que não tomba, mas tem o seu tronco arrancado. A outra foto mostra um caminhão tombado.

    > Entenda o que significa o feriado de Corpus Christi, celebrado nesta quinta-feira, 11 de junho

    A questão é que uma micro explosão (quando um forte vento vem da base da nuvem para o solo) também pode provocar esse tipo de estragos.

    De qualquer forma, o vento na região deve ter se aproximando da casa de 100 a 130 km/h. Vento capaz de provocar os estragos na região.

    Numa análise preliminar, há fortes indicativos de tornado entre Iporã do Oeste e Descanso. Porém, ao longo desta quinta-feira com mais detalhamento poderemos ter uma ideia melhor do que houve.

    Caminhão tombado no Oeste de SC por estragos de temporal
    Caminhão tombado no Oeste de SC por estragos de temporal
    (Foto: )
    Árvore foi arrancada pela tempestade em SC
    Árvore foi arrancada pela tempestade em SC
    (Foto: )

    O que provocou o forte temporal

    Um grande combustível para o temporal foi um vento ar quente e úmido em baixos níveis de atmosfera vindo da região da Amazônia até o Extremo Oeste do Estado. Ele trouxe a combinação de ar quente e úmido que junto com instabilidades em níveis médios da atmosfera geraram uma forte área de nuvens carregadas.

    Leia mais: Quinta-feira ainda tem chance de chuva em Santa Catarina

    Mais colunistas

      Mais colunistas