nsc

publicidade

Fenômenos no céu

Mammatus, Prateleira e Rolo: nuvens diferentes invadem Santa Catarina

Compartilhe

Puchalski
Por Puchalski
02/11/2019 - 16h00 - Atualizada em: 02/11/2019 - 18h48
Nuvem Prateleira está dentro de um sistema que chamamos de frente de rajada e está associada à pancadas de chuva (Foto: Reprodução / NSC TV)
Nuvem Prateleira está dentro de um sistema que chamamos de frente de rajada e está associada à pancadas de chuva (Foto: Reprodução / NSC TV)

Nos últimos dias, três tipos de nuvens chamaram atenção dos catarinenses: Mammatus, Prateleira e Rolo. Entenda as características de cada uma delas:

Mammatus

A primeira apareceu no início da semana nas cidades de Ponte Serrada e Vargeão. Tivemos uma nuvem Mammatus. Na verdade ela é uma nuvem “dependente”, ou seja, ela aparece abaixo de uma outra nuvem “mãe”. Basicamente é uma protuberância redonda que aparece abaixo da nuvem.

A sua composição é gelo. Outra característica é que ela pode se estender por centenas de quilômetros. Só que o tempo que aparece é pequeno. Varia de 10 minutos e a 1 hora. A Mammatus aparece numa nuvem  tipo Stratocumulus, Altocumulus e Altostratus. Porém, é mais comum aparecer numa Cumulunimbus. Nuvem que tem de 10 a 15 km de altura. Está associada a chuva forte, vento, trovoada, descarta elétrica e até granizo.

Quando a Mammatus aparece normalmente é sinal que uma tempestade chegou ao fim. Por que o nome? Visualmente se assemelha ao úbere bovino.

 Nuvem Mammatus
Nuvem Mammatus
(Foto: )

Nuvem prateleira

A Prateleira foi outro tipo de nuvem que chamou bastante atenção nesta semana. Ela já é uma nuvem de vento forte e que anuncia um temporal. A nuvem Prateleira está dentro de um sistema que chamamos de frente de rajada.

As nuvens carregadas se formam quando temos correntes ascendentes de ar quente e úmido que saem da superfície.  Porém, dentro da nuvem de temporal temos também correntes descendentes de ar frio. Quando este ar frio sai da base da nuvem em direção a superfície, o vento é forte e diverge para os lados ocasionando o fenômeno frente de rajada. Este vento pode chegar a 100 km/h.  

Portanto, se você ver no céu a Prateleira, não pense duas vezes: procure um abrigo o mais rápido possível.

 Nuvem Prateleira
Nuvem Prateleira
(Foto: )

Nuvem rolo

Visualmente essa nuvem impressiona. Eu vejo como um grande cano passando pelo céu. O nome dela é óbvio: Rolo. Por ser bem próximo da superfície - algo entre 100 e 300 m de altura, ela assusta. A formação ocorre quando temos o encontro de massas de ar de direções contrárias. Massas de ar com características de temperatura, umidade e vento diferentes. Essa nuvem também anuncia chuva. Ela vem antes de uma frente fria ou uma frente de rajada. Como precisa de umidade, ela aparecem muito mais no Litoral. 

Nuvem Rolo
Nuvem Rolo
(Foto: )

Leia as últimas notícias do NSC Total

Ainda não é assinante? Assine e tenha acesso ilimitado ao NSC Total, leia as edições digitais dos jornais e aproveite os descontos do Clube NSC

Deixe seu comentário:

Leandro Puchalski

Colunista

Puchalski

Leandro Puchalski é o meteorologista da NSC Comunicação. Explica como os fenômenos climáticos impactam na vida dos catarinenses.

siga Puchalski

publicidade