nsc
nsc

Gafanhoto

Nuvem de gafanhoto e o Oeste de SC

Compartilhe

Puchalski
Por Puchalski
20/07/2020 - 06h51 - Atualizada em: 20/07/2020 - 10h58
Nuvem de gafanhotos
Nuvem de gafanhotos (Foto: NSC Total)

Com a condição do tempo de sol e elevação de temperatura temos novamente o assunto da nuvem de gafanhoto em pauta. Para os agricultores do Oeste de Santa Catarina as informações são boas. 

> Nuvem de gafanhotos: pesquisadores de Santa Catarina intensificam estudos sobre a praga

Primeiro que a posição da nuvem está bem longe do nosso Estado. A localização atual está na cidade de Sauce, Argentina que fica na altura da cidade gaúcha Barra do Quarai a uma distância de 122 km. 

Localização de Sauce, Argentina, onde está a nuvem de gafanhoto
Localização de Sauce, Argentina, onde está a nuvem de gafanhoto
(Foto: )

Além de estar bem afastado do Oeste de SC, o vento que predomina nesta semana na região é de Norte. Isso é importante porque o vento direciona o deslocamento da nuvem junto com as outras condições do tempo. Desta forma, mesmo que SC tenha dias quentes nesta semana, o vento de Norte e a distância do nosso Estado deixam as condições bem tranquilas para os nossos agricultores em relação a deslocamento para SC.

> Previsão do tempo indica: Santa Catarina tem veranico

SEGUNDA NUVEM DE GAFANHOTOS

Uma segunda nuvem está sendo monitorada, mas essa se encontra no Norte do Paraguai, ou seja, também muito distante do Oeste do nosso Estado. Pelo mesmo motivo, vento de Norte, se essa segunda nuvem se deslocar pelo país vizinho, isso deverá ser em direção a Argentina.

Localização da segunda nuvem de gafanhoto. Teniente Pico
Localização da segunda nuvem de gafanhoto. Teniente Pico
(Foto: )

Leandro Puchalski

Colunista

Puchalski

Leandro Puchalski é o meteorologista da NSC Comunicação. Explica como os fenômenos climáticos impactam na vida dos catarinenses.

siga Puchalski

Leandro Puchalski

Colunista

Puchalski

Leandro Puchalski é o meteorologista da NSC Comunicação. Explica como os fenômenos climáticos impactam na vida dos catarinenses.

siga Puchalski

Mais colunistas

    Mais colunistas