nsc
    nsc

    Calor

    SC tem fim de semana de verão e pouca influência de um ciclone no mar

    Compartilhe

    Puchalski
    Por Puchalski
    10/04/2021 - 09h46
    Fim de semana quente
    Fim de semana quente (Foto: NSC Total)

    O sol não só seguirá aparecendo neste sábado como predominando em bons momentos. Um dia de sol e algumas nuvens em todas as regiões. Com isso, temperaturas elevadas trazendo uma tarde quente com 31 a 33°C em muitas cidades sendo que em pontos do Sul poderemos ter 33 a 35°C. Na faixa da Serra, Meio Oeste e Planalto Norte, 27 a 29°C.

    POUCAS MUDANÇAS NO DOMINGO

    Amanhã o sol novamente aparece entre nuvens em todas as regiões. O calor seguirá a partir do meio da manhã em diante. Temperatura até subindo um pouco em relação a hoje. 32 35°C em muitas cidades com picos de 36°C no Sul e 27 a 29°C no Meio Oeste, Serra e Planalto Norte.

    CICLONE NO MAR

    A previsão de um ciclone no mar na altura da Argentina e Uruguai continua. Neste sábado temos nuvens de chuva forte sobre o Uruguai como uma das imagens de satélite abaixo mostra.

    Imagem de satélite da manhã de sábado
    Imagem de satélite da manhã de sábado
    (Foto: )

    O ciclone em todo o momento ficará na altura dos países vizinhos indo em direção ao alto mar no fim do domingo, inicio de segunda como a ilustração abaixo mostra:

    Posição esperada do ciclone na segunda
    Posição esperada do ciclone na segunda
    (Foto: )

    INFLUÊNCIA EM SANTA CATARINA

    Como em nenhum momento o ciclone se aproxima do nosso Estado, teremos pouca influência. Para os pescadores vale o alerta em relação ao mar porque na segunda - nas praias de mar aberto - deveremos ter picos de 2 a 2,5 metros de ondas. Tamanho que será maior em alto mar. Vento sobre o oceano mais intenso. Não se aconselha navegação entre domingo e segunda, sobretudo em direção ao RS.

    Só chamo atenção que a noite de domingo para a madrugada de segunda deveremos ter vento Sul com rajadas de 30 a 50 km/h no Sul e Grande Florianópolis. Já diminuindo esse vento ao longo da própria segunda. 

    Mais colunistas

      Mais colunistas