nsc
    nsc

    Mercado imobiliário

    Condomínio Legal: quem não trabalhar sustentabilidade não terá mercado

    Compartilhe

    Renato
    Por Renato Igor
    01/11/2020 - 06h00 - Atualizada em: 01/11/2020 - 10h08
    Sustentabilidade é diferencial na construção civil
    Sustentabilidade é diferencial na construção civil (Foto: Luiz Carlos de Souza, NSC TV)

    A engenheira de materiais Ana Paula Margarido acredita que as empresas que não trabalharem com conceito de sustentabilidade na cadeia da construção civil logo não terão mais mercado. Especialista com mestrado e doutorado na área de materiais, a engenheira participou do programa Condomínio Legal deste sábado (31), na CBN Diário, que abordou qualidade nos projetos de moradia popular.

    “Sustentabilidade é uma caminho sem volta. O Brasil ainda não exige que um produto seja ecologicamente sustentável, socialmente sustentável. O Brasil ainda tem dificuldade de lidar com isso. Mas esse é um caminho que não tem mais volta. Daqui pra frente, quem não trabalhar com sustentabilidade não vai ter mercado num futuro próximo. As coisas estão mudando radicalmente”, diz a Ana Paula.

    Ela é membro do Conselho da Associação Brasileira de Avaliação da Conformidade (Abrac) e explicou como funciona o Programa Brasileiro da Qualidade do Habitat (PBQP-H), que tem como finalidade difundir novos conceitos de qualidade, gestão e organização da produção do setor da construção civil. Diversos projetos integram o PBQP-H e as exigências voltadas para a execução de obras são definidas pelo Sistema de Avaliação da Conformidade de Serviços e Obras da Construção Civil (SiAC).

    A certificação SiAC, prevista em regramento federal, é um pré-requisito para construtoras que participam do Programa Casa Verde e Amarela (antigo Minha Casa, Minha Vida).

    Confira a entrevista:

    Mais colunistas

      Mais colunistas