nsc
    nsc

    Economia

    Coronavírus em SC: frustração em bares e restaurantes com a manutenção das restrições 

    Compartilhe

    Renato
    Por Renato Igor
    11/04/2020 - 14h29
    (Foto: Salmo Duarte, Arquivo AN)
    (Foto: Salmo Duarte, Arquivo AN)

    O clima é de frustração entre os proprietários de bares e restaurantes de Santa Catarina após o anúncio deste sábado (11) do governador Carlos Moisés da prorrogação das restrições para o setor. Não está permitida a permanência dos clientes nos estabelecimentos. Na prática, isso significa que os restaurantes só podem entregar comida via delivery ou no próprio local, desde que o cliente pegue o alimento no balcão e saia. As mesas e cadeiras dos bares e restaurantes vão continuar ociosas no mínimo até o dia 30 de abril.

    ​> Em site especial, saiba tudo sobre o novo coronavírus

    O segmento já amarga 30 mil demissões em Santa catarina desde o início da pandemia de coronavírus. São 100 mil empregados no estado.

    “O sentimento é de frustração e incoerência. Incoerência porque aquilo que foi dito nas reuniões e nos pronunciamentos anteriores sugeriam que haveria a retomada. E é incoerente porque se estudou uma série de medidas de segurança para a volta das atividades e o governo, também, não anunciou nenhuma medida para proteger as empresas e os empregos. Quem trabalha no comércio, vai se alimentar onde?”, diz Raphael DabDab, presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes/SC (Abrasel). O empresário afirma que vários restaurantes não terão condições de retornar.

    Acompanhe a entrevista para a CBN Diário com o presidente da Abrasel, Raphael Dabdab:

    Lojas de Rua

    O presidente da Federação Catarinense dos Dirigentes Lojistas (FCDL), Ivan Tauffer, gostou do anúncio da volta do comércio de rua a partir de segunda-feira (13). Ele lamenta a crise no setor e informa que se vendeu 60% a menos nesta Páscoa na comparação com o ano passado. “Depois da pandemia do coronavírus virá a pandemia econômica”, concluiu.

    Acompanhe a entrevista com o presidente da FCDL, Ivan Tauffer:

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas