nsc
    nsc

    Disciplina

    Coronavírus em SC: redução do isolamento preocupa PM na Serra e Oeste 

    Compartilhe

    Renato
    Por Renato Igor
    08/04/2020 - 15h39 - Atualizada em: 08/04/2020 - 15h57
    Quanto mais vermelho, menor o índice de isolamento (Foto: PM/ Divulgação)
    Quanto mais vermelho, menor o índice de isolamento (Foto: PM/ Divulgação)

    O aumento de circulação de pessoas na Serra e Oeste de Santa Catarina preocupa a Polícia Militar (PM).

    - Acendeu a luz amarela de alerta na Serra e no Oeste tendo em vista que o índice de isolamento social apresentou um comportamento anormal no dia - explicou o comandante da PM em Santa Catarina, Coronel Araújo Gomes.

    > Em site especial, saiba tudo sobre o novo coronavírus

    Foi montado em todo o Estado um sistema de fiscalização para acompanhar se os estabelecimentos que tiveram autorização para retomar as atividades estão respeitando as novas normas. O objetivo é aferir se há aglomeração, o uso de equipamento de proteção e disponibilização do álcool em gel. Cada atividade tem suas normas específicas.

    Até então, a preocupação era saber se as pessoas estavam em casa. Agora, com a permissão gradual de várias atividades, com mais pessoas circulando, o foco é saber se estas regras estão sendo respeitadas. Com mais atividades liberadas, evidente que a circulação de pessoas também aumenta. As viaturas estão orientadas a passar pelos estabelecimentos e conferir no local e no entorno.

    > Coronavírus: o que o governo estuda liberar em Santa Catarina a partir do dia 13 de abril

    As regiões da Serra e Oeste catarinense, principalmente em cidades menores e onde não há casos confirmados, a circulação de pessoas aumentou nas últimas 24 horas. Nessas regiões, o índice de isolamento está na cor laranja. Quanto mais verde, maior o grau de isolamento da população. Quanto mais vermelho, menor o grau de isolamento. A cor laranja aponta um sinal de alerta.

    A PM está utilizando, desde o primeiro decreto com as medidas restritivas, um sistema de inteligência artificial que utiliza dados de georreferenciamento através da localização de telefones celulares que mostram o número de catarinenses em isolamento.

    > Painel do Coronavírus mostra os casos confirmados no Estado e escalada de mortes no país

    Nestas cidades menores, do Oeste e da Serra, talvez sejam pessoas mais confiantes com a retomada de alguns serviços e sem conhecer casos próximos de pessoas contaminadas pela covid-19. É um dos problemas da subnotificação de casos. Não testamos em massa. E o teste em massa é um fator para a retomada segura da atividade econômica, segundo o médico infectologista Antônio Miranda.

    Agora é o momento de empresários, trabalhadores e consumidores darem o exemplo. Quanto melhor for o comportamento de todos, mais rápido termina o regime de isolamento social e menores serão as consequências negativas.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas