O depoimento do ex-presidente Jair Bolsonaro e demais investigados por tentativa de golpe de Estado marcado na Polícia Federal (PF) para esta quinta-feira (22) causa apreensão em parte da comitiva liderada pelo governador Jorginho Mello aos Emirados Árabes Unidos.

Continua depois da publicidade

Com sete horas a mais de fuso, os catarinenses amanheceram com a notícia e com a publicação, da coluna Radar da Revista Veja, de que o Exército prepara uma cela para uma “eventual prisão do ex-presidente”. 

Foi assunto no café da manhã e era possível perceber o clima de preocupação, principalmente por parte de Jorginho Mello, senador Jorge Seif Junior e o prefeito de Balneário Camboriú, Fabrício Oliveira. 

Destaques do NSC Total