nsc
    nsc

    Futuro

    Florianópolis tem boas notícias e grandes desafios

    Compartilhe

    Renato
    Por Renato Igor
    25/01/2020 - 16h33 - Atualizada em: 25/01/2020 - 17h57
    O crescimento desordenado é dos grandes desafios de Florianópolis (Gabriel Lain / NSC Total / Banco de dados)
    O crescimento desordenado é dos grandes desafios de Florianópolis (Gabriel Lain / NSC Total / Banco de dados)

    Qual a perspectiva para a Florianópolis do futuro? Positiva ou negativa? Creio que nós temos, ainda, uma grande oportunidade de melhorar a cidade.

    Vamos às perspectivas positivas:

    1- A Despoluição da Beira-Mar Norte é uma ação ainda não 100% consolidada, mas com melhoras já perceptíveis. Mesmo com oscilações quanto à balneabilidade, o fato é que já diminuiu consideravelmente o volume de esgoto despejado no local, mesmo quando a placa indica impróprio para o banho. O último relatório mostra todos os pontos próprios, mas isso ainda não gera confiança na população. O ganho ecológico, ambiental e na saúde pública já existem com o fato de que menos esgoto é lançado no meio ambiente. Isso é um fato.

    2- A Ponte Hercílio Luz restaurada e novamente aberta ao público e com foco no transporte coletivo. Priorizar o ônibus em Florianópolis é uma mudança de paradigma histórica e alinhada com as boas práticas de urbanismo.

    3- Em abril devem começar as obras de ampliação da Estação Insular de tratamento de esgoto da Casan, dobrando a capacidade de carga. Obras para três anos e meio.

    4- O novo aeroporto é incomparável com a estrutura anterior e é uma primeira impressão para quem chega que muda a imagem da cidade para melhor.

    5- A nova estrada para o aeroporto, quase 100% concluída, permite acesso facilitado ao extremo-sul da ilha, o que potencializa aquela região como um próspero eixo de desenvolvimento.

    6- A expectativa de uma marina e parque público na Beira-Mar Norte. Ecológica, moderna, com agradável área de lazer e com um novo equipamento que pode ser importante para o transporte marítimo e o turismo.

    7- Alargamento da faixa de areia de Canasvieiras melhora a infraestrutura local. Deveria ser uma preocupação permanente nas praias mais frequentadas.

    E quais os desafios?

    Trânsito

    A mobilidade urbana está entre os desafios principais da capital. Não temos um transporte coletivo com agilidade e conforto suficientes que façam o motorista deixar o carro na garagem e optar pelo ônibus. O Plamus, de 2015, rasteja e não temos absolutamente nada de corredor de ônibus funcionando. Uma lástima.

    Saneamento

    Para uma capital e cidade turística , o saneamento básico de Florianópolis é uma vergonha. Todos os nossos rios estão poluídos. A população não ajuda. Onde tem rede coletora as ligações irregulares na rede pluvial é quase a regra. O sul da Ilha ainda não se definiu que tipo de sistema terá. Enquanto isso, o esgoto segue lançado in natura no meio ambiente.

    Habitação

    Florianópolis é uma capital que, comparada com as outras capitais brasileiras, nos coloca num padrão quase Suíço. Certa vez, uma moça que trabalha no caixa de um supermercado, vinda do Pará, me disse que nós reclamamos demais na TV. Ela disse-me que trouxe toda a família, que teve filhos aqui, fez pré-natal, foi atendida com periodicidade nos postos e tal. E isso não existia na cidade dela. Florianópolis está atraindo um público em busca do mínimo de dignidade. Gente de baixa renda que vem em busca de emprego. É um enorme desafio. Muitas dessas famílias não tem onde ficar e nem recursos para pagar um aluguel formal. A cidade está se favelizando, o que é ruim para estas famílias, crianças e para a segurança pública. Não há controle sobre isso. Falta priorizar esse assunto antes de perdermos o controle. Em contrapartida, é preciso, também, que tenhamos programas habitacionais para a população de baixa renda.

    Serviços Públicos

    Com o inchaço da cidade, é enorme o desafio de garantir serviços públicos que funcionem. Vagas em creches, postos de saúde e escolas de qualidade.

    Violência

    Não deixar a criminalidade aumentar deve ser outra prioridade. Defendo um choque de ordem e tolerância zero- medida dura para mandar a mensagem de que aqui é terra com lei e bandido não se cria.

    Desigualdade

    Precisamos focar na qualificação profissional e priorizar a melhora na qualidade de vida nos bairros mais pobres.

    Insegurança Jurídica

    Regras claras e bem definidas. Não deixar uma minoria barulhenta e lunática ditar as normas na cidade. O custo da demora na tomada de decisão é pago por todos nós. Exemplo: a indefinição para o tratamento de esgoto no sul da ilha. Florianópolis é a capital da insegurança jurídica. Licenças autorizadas pelo poder público da noite para o dia não valem nada porque uma autoridade pensa diferente. Eventos com ingressos vendidos são cancelados por ativismo judicial. Investimentos cancelados porque não se tem a certeza de que um projeto terá início meio e fim.

    Florianópolis é isso. Temos avanços e inúmeros desafios.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas