nsc
    nsc

    Imagem

    Moro fica menor no governo Bolsonaro com demissão de diretor da PF

    Compartilhe

    Renato
    Por Renato Igor
    24/04/2020 - 06h50 - Atualizada em: 24/04/2020 - 07h24
    (Foto: Antonio Cruz/ Agência Brasil)
    (Foto: Antonio Cruz/ Agência Brasil)

    O ministro da Justiça Sergio Moro sabe lidar com a informação. Inspirado na operação ''Mãos Limpas'', na Itália, conduziu a Operação Lava-Jato sabendo influenciar a opinião pública. Ele sabe, também, que ficará menor caso continue no governo do presidente Jair Bolsonaro. A crise provocada pela demissão (agora confirmada ) do diretor- geral da PF Maurício Valeixo, contra a sua vontade, significa retirar alguém indicado por Moro e de sua plena confiança.

    Bolsonaro enfraquece, mais uma vez, o Ministério da Justiça, a maior grife do governo e com alta popularidade. Já havia retirado o COAF da pasta após o órgão identificar movimentações suspeitas na conta do senador Flávio Bolsonaro. Agora, a PF apura a existência de um suposto sistema de propagação de fake news para prejudicar adversários políticos. Há inquérito também da PF para apurar as manifestações pró-golpe militar, como a que o presidente participou no último domingo.

    Tentar controlar a Polícia Federal não é novidade na história do Brasil. Sempre foi assim. Hoje, felizmente, ela é incontrolável em sua base. Há esse interesse em controlá-la? Parte do Planalto? É pressão dos partidos do chamado ''centrão'' que se aproximam de Bolsonaro em troca de cargos?

    Na perspectiva no início de 2019, Moro tinha pela frente o cenário de ser ministro da Justiça e depois ministro do STF. Agora, se sair, por enquanto enfraquece a chance de ida ao STF. Em ambas as perspectivas, uma corrida ao Planalto em 2022 segue no radar, embora ele jamais tenha confirmado. Popularidade ele tem.

    Leia mais:

    Ânderson Silva: com a queda do diretor da PF, futuro de Moro pode impactar SC

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas