nsc
    nsc

    Controle externo

    Observatório Social de Florianópolis completa 10 anos de luta pela boa aplicação do dinheiro público

    Compartilhe

    Renato
    Por Renato Igor
    17/12/2019 - 13h12

    O Observatório Social de Florianópolis completa nesta terça-feira (17) dez anos. Trata-se de uma organização que reúne voluntários de diversas áreas para fiscalizar a boa aplicação de recursos públicos. São contadores, servidores, advogados e executivos, entre outras profissões, que fiscalizam contratos, editais e cobram cada vez mais transparência na administração pública.

    A intenção é fazer, sempre, uma atuação preventiva, alertando o setor público de editais supostamente direcionados ou mal feitos, contratos abusivos e desperdício de dinheiro público. Em caso do poder público não atender às orientações e alertas do O.S., os voluntários denunciam o caso para a sociedade, Tribunal de Contas e até ao judiciário.

    Mecanismo crucial para o Brasil , os observatórios sociais precisam ser ampliados e fortalecidos. Onde temos Observatório Social independente e atuante, temos a melhor aplicação do recurso público, até porque os órgãos oficiais de controle não dão conta de fiscalizar todos os contratos. O presidente do Observatório Social da capital, Roberto Zardo, entretanto, diz que não é possível mensurar o quanto a instituição gerou de economia aos cofres públicos:

    - É difícil falar em números até porque o nosso trabalho é muito preventivo. Por exemplo, atuamos auxiliando a prefeitura na construção do edital do projeto do Parque Urbano e Marina Beira-mar. Nós promovemos um evento junto com a Controladoria-Geral da União e apresentamos 100 pontos de risco no projeto da marina. Junto com o TCE, que apresentou outros 80 pontos, são 180 pontos de risco do projeto que a prefeitura recebeu e limpou do edital para evitar problemas- explica Zardo.

    Hoje à noite, na Acate Downtown , terá a prestação de contas da instituição em 2019.

    Lançamento

    O presidente do Observatório Social de Florianópolis, Roberto Zardo, lança o livro RefleAções e Contrapontos (Carbo Editora). A obra combina provérbios universais e manezinhos para compartilhar suas experiências pessoais e corporativas, com fotografias de Evandro Badin e prefácio de Luiz Seabra, copresidente do Conselho de Administração da Natura. O lançamento é às 19h, na ACATE Downtown, e Zardo traz em seu livro impressões de 40 anos atuando como executivo de grandes corporações e também inúmeros trabalhos voluntários.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas