Existem três cenários possíveis para a construção do túnel do Morro dos Cavalos, na BR-101 em Palhoça. O local ficou interditado da tarde de sábado (13) até a madrugada desta segunda-feira (16), provocando isolamento de regiões, filas quilométricas e prejuízos incalculáveis. 

Continua depois da publicidade

Entre na comunidade exclusiva de colunistas do NSC Total

A novela da construção do túnel é antiga e anterior à concessão. Acabamos ficando com a “solução” das terceiras faixas em cada sentido da estrada.

Dnit

Uma das possibilidades para a obra sair do papel sem impactar na tarifa do pedágio é o Governo Federal assumir a construção. É uma situação mais remota pois acarreta em recursos orçamentários inexistentes. Para sair do papel, deveria ocorrer uma força tarefa suprapartidária e uma mobilização enorme para a garantia das verbas. Estima-se em mais de R$ 1 bilhão para a construção.

Arteris

O contrato de concessão da Arteris termina em 2032. Pode-se iniciar uma negociação, agora, no âmbito da ANTT para a concessionária assumir a obra e aplicar o valor investido no pedágio.

Continua depois da publicidade

Foram três dias de interdição e cansaço

Novo Contrato

Evidente que a empresa fará a obra com o foco na renovação da concessão. Outra possibilidade é a renovação do contrato, adicionando outras obras necessárias de ampliação em demais trechos, e promover o chamado “equilíbrio econômico-financeiro” na tarifa.

Leia Mais

Trecho da BR-101 no Morro dos Cavalos é liberado parcialmente após interdição

Interdição na BR-101 força “inauguração” do transporte marítimo na Grande Florianópolis

Destaques do NSC Total