nsc
    nsc

    Impasse

    Professores da pós-graduação da UFSC querem aulas a distância, mas reitoria não permite

    Compartilhe

    Renato
    Por Renato Igor
    29/05/2020 - 06h16 - Atualizada em: 29/05/2020 - 09h46
    (Foto: Guto Kuerten, Arquivo NSC)
    (Foto: Guto Kuerten, Arquivo NSC)

    A Câmara de Pós-Graduação da UFSC (CPG) decidiu, na última quarta-feira (27), pela retomada das aulas no modelo não presencial, como forma de evitar o contágio da covid-19 e dar sequência às atividades de ensino interrompidas desde o dia 16 de março. A decisão dos professores causou tensão interna na universidade e a reitoria marcou uma sessão extraordinária online do Conselho Universitário a partir das 10 horas desta sexta-feira (29) para tratar do tema.

    A reitoria publicou uma nota na mesma quarta-feira onde afirma que a decisão da CPG não representa a voltas às aulas, pois existe uma portaria vigente até o dia 31 de maio suspendendo todas as atividades de ensino.

    Todas as escolas públicas estaduais e municipais de Santa Catarina estão no modelo de aulas não presenciais. O mesmo vale para as escolas, universidades e faculdades privadas. As aulas de mestrado e doutorado na Udesc voltaram de forma remota na segunda-feira (25). Em junho voltam no modelo ensino a distância as aulas de graduação.

    Somente a UFSC se mantém sem aulas.

    A explicação da reitoria, entre outros fatores, é que a comunidade acadêmica é heterogênea e muitos alunos não possuem rede internet e computador para receberem o conteúdo. O Movimento Floripa Sustentável, composto por 44 entidades empresariais e de profissionais liberais, procurou o reitor Ubaldo Balthazar e ofereceu ajuda, inclusive com a possibilidade de doação de equipamentos.

    A UFSC segue estudando o assunto.

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas