nsc
    nsc

    Déficit

    Reforma da previdência dos servidores de Joinville é prioridade para Adriano Silva

    Compartilhe

    Renato
    Por Renato Igor
    08/01/2021 - 05h20
    Prefeito de Joinville, Adriano Silva
    Prefeito de Joinville, Adriano Silva (Foto: Mauro Schlieck, CVJ, Divulgação)

    O prefeito de Joinville, Adriano Silva (Novo), quer ver a reforma da previdência dos servidores aprovada ainda em 2021. Caso a Câmara de Vereadores não vote o texto, o Poder Executivo irá mandar um novo projeto para os vereadores.

    “A preocupação é muito grande com o Ipreville. Temos um déficit atuarial alto. A reforma da previdência não ocorreu no ano passado e se a câmara não votar esse projeto, teremos que colocar novamente para à câmara. O município pode ter sanções muito importantes em relação a financiamentos do governo federal e isso pode travar novamente a cidade. Isso é o que mais me preocupa agora e também o futuro das aposentadorias . Em breve, estaremos apresentando um Projeto de Lei (PL) para o Ipreville ter sustentabilidade, ter a garantia de aposentadorias e evitar as sanções legais e fiscais pelo governo federal”, explicou Adriano Silva.

    O PL é uma das principais prioridades de Adriano Silva e será um dos primeiros projetos a serem encaminhados ao legislativo, afirmou o prefeito.

    O déficit do Ipreville é de R$ 1,8 bilhão.

    O projeto já encaminhado pela gestão anterior prevê a elevação de alíquota paga pelos servidores de 11% para 14% como forma de atender à reforma nacional da Previdência, aprovada no ano passado no Congresso.

    Confira a entrevista com o prefeito de Joinville, Adriano Silva:

    >Por que a previdência municipal de Joinville será tema inevitável já nos primeiros dias de 2021

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas