Rubens Angelotti acredita que o prefeito da Capital será sensível a aprovação dos estádios de Avaí e Figueirense para seus jogos nas quartas de final do estadual. No Debate Diário esta quinta-feira, o presidente da FCF mostrou-se esperançoso quanto a esta possibilidade.

Continua depois da publicidade

Varias questões foram levantadas e Rubens Angelotti garantiu que se precisar vai ao prefeito da Capital para tentar convencê-lo de que a segurança é total para a retomada dos jogos na Capital, como no Estado.

Está na espectativa pelo dia 5 de julho, quando o governo do Estado deverá editar um novo decreto depois de avaliar a situação de momento. Os dirigentes do futebol estão cuidadosos em suas declarações, mesmo porque as autoridades estão fazendo a sua parte de defesa da vida.

Há, é verdade, algumas incoerências como aberturas de shoppings, mercado, supermercado, transporte coletivo, enfim, parcialmente como seria também o futebol sem público e com todos os testes efetivados. É aguardar o dia 5 de julho.

O Regulamento

Sobre a possibilidade do projeto que foi aprovado na Câmara Federal suspendendo momentaneamente o pagamento ao Profut pelos clubes de futebol autorizar alterações no regulamento Rubens Angelotti disse que é impossível.

Continua depois da publicidade

Qualquer mudança feita pelo congresso, no que já foi aprovado pelos clubes antes do campeonato, correria o risco de sofrer uma ação de qualquer pessoa baseada no estatuto do torcedor pedindo anulação do campeonato. Não vê a menor chance de um jogador que tenha jogado por um clube neste campeonato, jogar por outro no mesmo campeonato.

Mudanças no Regulamento

Correndo o risco de quebrar em sua maioria os clubes de futebol do Brasil foram salvos pelo gongo. A Câmara dos deputados aprovou nesta quarta-feira (17), um projeto de lei que suspende o pagamento do Programa de Modernização da Gestão e de responsabilidade fiscal do futebol (Profut), enquanto durar a pandemia ou o estado de calamidade no país. O texto ainda terá de ser aprovado pelo Senado e tem outras alterações.

Permite mudanças nos contratos de atletas e alteração no regulamento das competições em andamento por conta do coronavírus. Assim que aprovado algumas alterações virão certamente com entendimento dos clubes e as federações de futebol.

Vistoria

O Estádio do Avante de Potecas não passou pela vistoriado conselho estadual de segurança. O Figueirense busca um novo local como plano B para jogar as quartas de final  em caso do prefeito da Capital vetar o estádio Orlando Scarpelli. O Palmeiras do Roçado, em São José, é uma nova alternativa. O que parece certo é o encaminhamento para que tudo aconteça no Guarani de Palhoça. 

Continua depois da publicidade

Biguaçú também se colocou a disposição do Figueirense. Penso que os clubes amadores da região da grade Florianópolis dificilmente suportarão uma vistoria do Conselho pelas exigências dos órgãos e da própria federação.

Memória 

memória
(Foto: Orlando Pessi / Arquivo Pessoal)

Os bons tempos do basquete de Florianópolis em noite de exibição da modalidade e show de Jair Rodrigues. Foi na inauguração de cobertura do Ginásio da FAC Federação Atlético Catarinense, hoje Ginásio Rozendo Lima, em Florianópolis. Em pé da esquerda para a direita: Ruy, Dobes, Jair Rodrigues no colo a menina Patrícia Pessi, Nelsinho, Werner, Manecão e André. Agachados: Felipe Simão, Romualdo, Marcio, Torrado e Capitão.

Destaques do NSC Total