nsc
nsc

Análise

Campeonato Catarinense chega com novidades e as mudanças nos times

Compartilhe

Roberto
Por Roberto Alves
06/01/2022 - 06h32
futebol
Futebol (Foto: Divulgação)

O ano começou carregado de novidades. O futebol resolveu sair da mesmice para fatos que podem diferenciar o Campeonato Catarinense. Retornando aqui a nossa trincheira, vejo como primeira grande vitória a conclusão do processo de constituição da Empresa Figueirense Futebol Clube (SAF), de acordo com a lei federal 14.193/2021. 

> Receba as principais notícias de Santa Catarina pelo Whatsapp

Mas e agora? 

Começam os procedimentos administrativos preparando o clube para o seu futuro. A partir de agora, o Figueirense está apto para a busca de parceiros tão esperados e mudar o rumo da sua história. E quanto vale o Figueirense? Todo cuidado é pouco. 

> Novak Djokovic tem visto negado na Austrália após polêmica antivacina

E o Avaí?

Novo presidente, mudança de comportamento, alterações de posições dentro do clube, saídas que para alguns podem ser surpresas e para nós, que acompanhamos o dia a dia do Avaí, nem tanto. Time com mudanças, susto na torcida com o atraso de salários, maturidade na decisão entre os presidentes Battistotti e Julio Heerdt durante a transição, enfim, e Claudinei Oliveira fica. 

Em cima dos fatos

A renovação de contrato do técnico que mais uma vez fez o Avaí subir para a elite do futebol brasileiro foi, na minha visão, correta. Penso ter sido o primeiro bom ato do novo diretor de futebol William Thomas. Não poderia ser diferente. Não há como brigar com números e fatos. Acho que Claudinei não precisa provar mais nada no Avaí.

Jeito de ser 

Questiona-se a forma dele atuar. Mas como? Cada técnico tem sua convicção e todos têm um pouco de teimosia, o que é próprio da função. Um exemplo: Renato Gaúcho chegou ao Flamengo como provável substituto de Tite na Seleção Brasileira. Hoje dizem que nem treino ele sabe dar. Portanto, deixem o homem trabalhar. 

Aliás, Claudinei Oliveira é o convidado desta quinta-feira do Debate Diário, da CBN.

> Avaí: Bastidores da contratação do executivo William Thomas

Quem é quem no Campeonato Catarinense? 

O Campeonato Estadual tem favorito? Pergunta de todos os anos e com a mesma resposta. "O representante catarinense da Série A". 

O fato de estar na elite não obriga a conquista do título estadual, e o exemplo foi a Chapecoense no ano passado. Mesmo porque o time que conquistou o acesso não será o mesmo que disputará o estadual.

Mas, admitamos que seja o Avaí. E daí? Figueirense está mudando, Chapecoense se renovando, Joinville pela tradição sempre é forte no estadual e o Brusque que tem marcado território nos últimos anos. 

A turma intermediária tem o Marcílio Dias, Hercílio Luz, Juventus e Prospera, que são equipes tradicionais de Santa Catarina. Por fora corre o Concórdia, que também está montando um time competitivo. As novidades, Barra e Camboriú, podem surpreender. Vamos ver. 

> Ex-Fluminense, zagueiro Elivelton é o novo reforço do JEC para o Catarinense

Fort Atacadista assina parceria com o Campeonto Catarininense 

O Fort Atacadista assinou na tarde desta quarta-feira em sua loja do Kobrassol, em São José, o contrato de direitos do nome do Campeonato Catarinense 2022 com a Federação Catarinense de Futebol (FCF). O documento foi assinado pelo presidente da FCF, Rubens Angelotti, e o diretor do Fort Atacadista, Gilberto Pereira.

Participaram ainda do evento o gerente de esportes da NSC, Luciano Calheiros, o presidente da Associação dos Cronistas Esportivos de SC, J. B. Telles, também assessor da FCF.

> Fort Atacadista é mais um patrocinador do Campeonato Catarinense 2022

Morre um gigante da fotografia  

Orestes Araújo era um professor. Com a máquina na mão fez imagens lindas e diferenciadas. Por muitos anos criou novos profissionais atuando no antigo jornal O Estado. Criou o Jornal de Barreiros e foi técnico de vôlei, indo a vários Jogos Abertos de SC.

Pois Orestes no deixou nesta quarta vitimado por um infarto. Foi homenageado por amigos e familiares.

Roberto Alves

Colunista

Roberto Alves

Referência por resgatar a memória do Esporte catarinense, fatos do dia a dia e pitorescos, misturando bom humor e seriedade na dose certa.

siga Roberto Alves

Roberto Alves

Colunista

Roberto Alves

Referência por resgatar a memória do Esporte catarinense, fatos do dia a dia e pitorescos, misturando bom humor e seriedade na dose certa.

siga Roberto Alves

Mais colunistas

    Mais colunistas