nsc
    nsc

    Rodízio

    Anna Carolina Martins, do PSDB, vai assumir vaga na Alesc

    Compartilhe

    Upiara
    Por Upiara Boschi
    31/01/2020 - 16h32 - Atualizada em: 31/01/2020 - 16h33
    Segunda suplente da coligação MDB/PSDB em 2018, Anna Carolina vai assumir a cadeira de deputada estadual por 60 dias. Foto: Divulgação
    Segunda suplente da coligação MDB/PSDB em 2018, Anna Carolina vai assumir a cadeira de deputada estadual por 60 dias. Foto: Divulgação

    A maior bancada de mulheres da história da Assembleia Legislativa vai ganhar um reforço. Na próxima quinta-feira, a suplente Anna Carolina Martins (PSDB) assume a vaga por 60 dias, no lugar do deputado estadual Vicente Caropreso (PSDB), que se licencia. A tucana recebeu 32,1 mil votos nas eleições de 2018, ficando com segunda suplência da coligação MDB-PSDB.

    A posse de Anna Carolina foi viabilizada em acordo com a primeira suplente, a ex-deputada estadual Dirce Heiderscheidt (MDB), que aceitou viabilizar o rodízio dos tucanos. Anna Carolina é pré-candidata a prefeita de Itajaí, cargo que disputou em 2016, quando foi derrotada pelo prefeito Volnei Morastoni (MDB) por apenas 789 votos de diferença.

    Com o rodízio, o PSDB espera dar maior visibilidade para a tucana durante o período de construção das coligações para as eleições deste ano. Anna Carolina recebeu convites para deixar o partido, mas acabou convencida a ficar após a posse da deputada federal Geovânia de Sá na presidência estadual da sigla.

    Em 2018, os catarinenses elegeram o maior número de deputadas estaduais da história da Assembleia Legislativa. São cinco: Ada de Lucas (MDB), Ana Caroline Campagnolo (PSL/Aliança), Luciane Carminatti (PT), Marlene Fengler (PSD) e Paulinha (PDT). Anna Carolina tem expectativa de permanecer por 120 dias no cargo de deputada estadual, mas para isso depende da licença posterior do colega Marcos Vieira (PSDB).

    Deixe seu comentário:

    Últimas do colunista

    Loading...

    Mais colunistas

      Mais colunistas