publicidade

Navegue por
Viviane

Alerta

Trânsito pode agravar problemas de saúde da população

Compartilhe

Por Viviane Bevilacqua
20/01/2019 - 16h40 - Atualizada em: 20/01/2019 - 16h40
SSP / Reprodução

A poluição gerada pelos veículos motorizados pode contribuir para a ocorrência de problemas de saúde, segundo informações divulgadas pela Organização Mundial de Saúde (OMS). A poluição ambiental externa tem o automóvel como um dos principais vilões, sendo responsável por mais de 4 milhões de mortes no mundo. Ataques cardíacos, derrames e doenças do sistema respiratório podem ter forte ligação com a poluição. As dores no corpo pela má postura e tempo de permanência ao volante, o estresse e o pânico ao dirigir são outras mazelas do cotidiano nas ruas, facilmente reconhecidas por todos.

A especialista em trânsito Maria Amélia Marques Franco, lembra que o trânsito é um problema de saúde pública, não apenas pelo grave quadro de acidentes decorrentes da insegurança viária, mas também pelas doenças que acontecem silenciosamente. “Isso afeta toda a população”, diz ela. Por isso, a atenção dos governantes e legisladores deve voltar-se cada vez mais para o estabelecimento de políticas públicas que aumentem a eficiência dos transportes, favorecendo modos mais sustentáveis, como o uso do transporte de massa e as ciclovias.

Outras medidas que Maria Amélia aponta como imprescindíveis são a implantação nacional da inspeção técnica veicular e políticas de investimento de médio a longo prazos na infraestrutura de outros meios de transporte de cargas, já que hoje é predominantemente o rodoviário. “Acredito que as pessoas não tenham noção do impacto que o trânsito causa na saúde de cada um. O conhecimento disso é o primeiro passo para mudar hábitos, como deixar de usar tanto o automóvel para se locomover. É um processo demorado, pois envolve aspectos psicológicos e culturais. É preciso haver, sobretudo, conscientização”, conclui Maria Amélia.

Cuidados que ajudam a enfrentar o trânsito

Para amenizar o estresse causado pelo trânsito, algumas dicas são: escutar músicas relaxantes no carro, escolher trajetos e horários alternativos se for possível e realizar relaxamento corporal antes de iniciar o trajeto. Tudo isso ajuda a controlar a ansiedade e, consequentemente, o acúmulo de estresse e situações desagradáveis no trânsito. Em decorrência do estresse o organismo recebe descargas diárias de hormônios que podem resultar em diversos distúrbios psicofisiológicos: gastrite, distúrbio da tireoide, alteração da pressão arterial, dermatites, agressividade, irritabilidade e transtornos de ansiedade são alguns exemplos.

Deixe seu comentário:

Viviane Bevilacqua

Viviane Bevilacqua

Viviane Bevilacqua

Pessoas, lugares e atitudes que fazem refletir a partir de textos que inspiram e convidam a observar com mais atenção detalhes do cotidiano. Este espaço deixou de ser atualizada. Conheça todos os colunistas do NSC Total em: https://www.nsctotal.com.br/

viviane.bevilacqua@somosnsc.com.br

publicidade

publicidade

Mais colunistas

publicidade

publicidade

Navegue por
© 2018 NSC Comunicação
Navegue por
© 2018 NSC Comunicação