nsc
    santa

    Aniversário

    Relembre 20 fotos históricas de Blumenau e região publicadas no Santa

    No dia do aniversário de 49 anos, o Santa relembra imagens que marcaram as quase cinco décadas do jornal mais importante do Vale do Itajaí

    22/09/2020 - 09h29 - Atualizada em: 22/09/2020 - 17h08

    Compartilhe

    Augusto
    Por Augusto Ittner
    Presidente Ernesto Geisel em Blumenau, em 1976.
    Presidente Ernesto Geisel em Blumenau, em 1976.
    (Foto: )

    O Santa completa 49 anos de história nesta terça-feira (22/9). 

    Durante essas quase cinco décadas de bom jornalismo e serviços prestados a Blumenau e região, o jornal viu presidentes, governadores, prefeitos. Testemunhou um punhado de enchentes e tragédias. Acompanhou o surgimento da Oktober, da nova democracia. Viu pontes caírem, levantarem. Presenciou jogos marcantes, assistiu a figuras ilustres pisarem no Vale do Itajaí.

    Relembre, abaixo, algumas fotos históricas já publicadas no Jornal de Santa Catarina. 

    Divirta-se. Rememore os fatos.

    Leia também

    10 fotos inéditas mostram como era Blumenau no início da colonização

    Primeiro registro de uma grande enchente em Blumenau é achado na Alemanha

    Descoberta do testamento de Dr. Blumenau é novo capítulo para a história do Vale

    Documento mostra quais foram os 310 primeiros imigrantes da Colônia Blumenau

    A chegada dos restos mortais de Dr. Blumenau

    Em 3 de setembro de 1974, o Santa cobriu a chegada dos restos mortais de Dr. Blumenau à cidade que ele havia colonizado 124 anos antes. O alemão havia deixado o Brasil em 1884 e voltado à Alemanha. O fato marcou a inauguração do Mausoléu dedicado ao colonizador.

    Restos mortais de Dr. Blumenau chegam à cidade.
    Restos mortais de Dr. Blumenau chegam à cidade.
    (Foto: )

    A visita do presidente

    Em 1976, o Santa cobriu a vinda do presidente Ernesto Geisel a Blumenau. O general esteve na cidade para assinar a ordem de serviço das obras das rodovias BR-470 e BR-280.

    Geisel em Blumenau.
    Geisel em Blumenau.
    (Foto: )

    A queda da ponte

    Em 5 de janeiro de 1982, a Ponte do Salto veio abaixo. A estrutura não resistiu ao tempo e caiu durante a passagem de um caminhão. A campanha pela reconstrução da travessia (entregue novamente em 1983) rendeu ao Santa um Prêmio Esso, o mais importante do jornalismo brasileiro.

    Ponte do Salto, em Blumenau.
    Ponte do Salto, em Blumenau.
    (Foto: )

    A enchente de 1983

    Essa foto mostra a região da prefeitura totalmente coberta pelas águas do Itajaí-Açu, em julho de 1983. Com o nível do rio acima de 15 metros, Blumenau enfrentou uma das maiores cheias da história. Por conta das dificuldades, o Santa só chegou aos catarinenses oito dias depois da catástrofe. Pela cobertura, o jornal ganhou (mais) um Prêmio Esso na época.

    Enchente de 1983 em Blumenau.
    Enchente de 1983 em Blumenau.
    (Foto: )

    A primeira Oktoberfest

    Depois de conviver com as enchentes trágicas de 1983 e 1984, Blumenau precisava se reerguer. E com alegria. E o Santa estava lá para cobrir a primeira edição da Oktoberfest. Mas não teve só zicke-zacke não, viu? O jornal, na cobertura da época, questionou os preços dos ingressos e do chope que foram cobrados pela organização.

    A primeira Oktoberfest de Blumenau.
    A primeira Oktoberfest de Blumenau.
    (Foto: )

    O incêndio na Caça e Pesca

    Um dos incêndios mais famosos da história de Blumenau, o fato na Caça e Pesca, em pleno Centro da cidade, marcou os anos 1980. Esta foto, publicada em 14 de abril de 1986, mostra o trabalho de rescaldo do fogo após a destruição do prédio.

    Incêndio da Caça e Pesca, em Blumenau.
    Incêndio da Caça e Pesca, em Blumenau.
    (Foto: )

    A vida em condições precárias

    Em 1988, uma série de reportagens do Santa mostrou a situação vivida pelos moradores do Horto Florestal, em Blumenau. A comunidade, construída por pessoas que perderam tudo nas enchentes de 1983 e 1984 vivia em condições desumanas. A foto, feita por José Werner, o Zezinho, mostra uma criança usando uma lata como vaso sanitário.

    Condições precárias no Horto Florestal.
    Condições precárias no Horto Florestal.
    (Foto: )

    A Greve Geral

    A estimativa é de que mais de 100 mil pessoas tenham participado da Greve Geral de 1989 em Blumenau e região. Esta foto, na Rua XV de Novembro, mostra o dia 14 de março daquele ano, em que os trabalhadores pararam as atividades na cidade: bancos, lojas, indústria têxtil, motoristas e cobradores, e até a rede hospitalar. Praticamente tudo parou. O Santa estava lá e cobriu as manifestações.

    Greve Geral de 1989, em Blumenau.
    Greve Geral de 1989, em Blumenau.
    (Foto: )

    Zico no Sesi

    Os fãs do esporte não esquecem deste dia em Blumenau. Em 27 de julho de 1989, o Flamengo de Zico e companhia enfrentou o BEC no Estádio do Sesi. O jogo pela Copa do Brasil terminou com a vitória do Rubro-Negro por 3 a 1.

    BEC e Flamengo, no Sesi.
    BEC e Flamengo, no Sesi.
    (Foto: )

    Rock, bebê

    Mais de 50 mil pessoas estiveram na Prainha em outubro de 1995 para assistir aos Mamonas Assassinas, que morreram cerca de 5 meses depois em um acidente aéreo. Esta foto, de 14 de outubro daquele ano — oito dias antes do show dos Mamonas — mostra o Skol Rock, importante evento que rolou na cidade.

    Skol Rock, em Blumenau.
    Skol Rock, em Blumenau.
    (Foto: )

    O assalto ao Besc

    Em 21 de julho de 1997, o Santa cobriu o histórico assalto ao Banco Besc, em pleno Centro de Blumenau. A ação terminou com uma pessoa morta e o assaltante Claudio Adriano Ribeiro, o Papagaio, baleado. Ele foi preso, operado após o disparo acertar o fígado, mas resgatado por comparsas cinco dias depois do roubo. Foram levados quase R$ 1 milhão.

    Assalto ao Besc no Centro de Blumenau.
    Assalto ao Besc no Centro de Blumenau.
    (Foto: )

    O primeiro transplante de coração

    Em 11 de junho de 2000 uma foto histórica de Gilmar de Souza era estampada no Santa. Isso porque no dia anterior o primeiro transplante de coração de Santa Catarina ocorria em Blumenau, no Hospital Santa Isabel. Altamiro Calixto Gonçalves, um pintor, ganhou uma vida nova então.

    Primeiro transplante de coração de SC, em Blumenau,
    Primeiro transplante de coração de SC, em Blumenau,
    (Foto: )

    A rebelião no presídio

    O fotógrafo Gilmar de Souza escolheu essa foto como uma das mais importantes da carreira. Em 2001, durante uma rebelião no Presídio Regional de Blumenau, um detento manteve um agente carcerário como refém. Para fazer o clique, Gilmar precisou ficar em cima da tela de banho de sol da unidade prisional. Um clique exclusivo do Santa.

    Rebelião no Presídio de Blumenau, em 2001.
    Rebelião no Presídio de Blumenau, em 2001.
    (Foto: )

    “A paixão ressurge”

    Com essa manchete, o Santa de 31 de janeiro de 2005 destacou a volta do futebol de Blumenau ao Campeonato Catarinense. Com o Sesi lotado, o Metropolitano empatou em 1 a 1 com o Clube Atlético Lages na estreia da equipe na elite de SC. O time ficou 13 temporadas consecutivas na primeira divisão.

    Volta de Blumenau à primeira divisão, em 2005. Sesi lotado.
    Volta de Blumenau à primeira divisão, em 2005. Sesi lotado.
    (Foto: )

    O fim do Deba

    Em setembro de 2007, o futebol blumenauense chorou após a surpreendente demolição do Estádio Aderbal Ramos da Silva, o Deba. Tradicional palco do esporte da cidade, situado na Rua das Palmeiras, foi abaixo no dia 24 de setembro daquele ano.

    O fim do Estádio Aderbal Ramos da Silva.
    O fim do Estádio Aderbal Ramos da Silva.
    (Foto: )

    A Tragédia de 2008

    O Santa venceu o Prêmio Esso Regional Sul, em 2009, pela cobertura da Tragédia de 2008. Milhares de fotos marcaram os trabalhos dos profissionais que presenciaram aqueles dias da catástrofe no Vale do Itajaí. Uma delas, publicada na edição do dia 29 de novembro, mostra uma criança desolada no sofá. Ela não tinha mais casa.

    Criança desolada em Ilhota.
    Criança desolada em Ilhota.
    (Foto: )

    Supermercado saqueado

    O clique foi feito pelo fotógrafo Patrick Rodrigues e rodou o Brasil. Durante a tragédia de 2008, pessoas saquearam um atacado em Itajaí. Com água até na cintura, levavam não apenas alimentos, como também aparelhos eletrônicos.

    Supermercado sendo saqueado em Itajaí.
    Supermercado sendo saqueado em Itajaí.
    (Foto: )

    O trabalho que mata

    A foto é de Marcos Porto, recebeu prêmios como o Embratel de Fotografia, de Direitos Humanos, e foi reconhecida como uma das melhores de 2010 pelo Society for News Design. Na época, a imagem da dor do irmão de um pintor que havia caído do 11º andar de um prédio foi o estopim para uma série de reportagens do Santa sobre a insegurança no trabalho, principalmente na construção civil.

    A dor da morte em Balneário Camboriú.
    A dor da morte em Balneário Camboriú.
    (Foto: )

    A mão que acolhe

    Em junho de 2011, o fotógrafo Artur Moser registrou a solidariedade de uma moradora do Gaspar. Ela ficou segurando a mão de um idoso de 77 anos após um acidente na BR-470, para acalmá-lo antes da chegada dos socorristas. O profissional, inclusive, elegeu a imagem como uma das mais importantes da carreira.

    Mulher acolhe vítima de acidente na BR-470.
    Mulher acolhe vítima de acidente na BR-470.
    (Foto: )

    A primeira capa

    Relembre a primeira página da primeira edição do Jornal de Santa Catarina, em 22 de setembro de 1971.

    Primeira capa do Santa.
    Primeira capa do Santa.
    (Foto: )

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Cotidiano

    Colunistas