nsc
dc

ESQUECERAM?

44 mil catarinenses perderam o prazo para a tomar a 2ª dose da vacina contra a Covid-19

Para fornecer a imunização completa, a segunda dose da CoronaVac deve ser aplicada em um intervalo de 21 a 28 dias

14/04/2021 - 11h10 - Atualizada em: 14/04/2021 - 11h15

Compartilhe

Fernanda
Por Fernanda Mueller
 1,5 milhão de brasileiros perderam o prazo para tomar a segunda dose das vacinas CoronaVac e Oxford/AstraZeneca
1,5 milhão de brasileiros perderam o prazo para tomar a segunda dose das vacinas CoronaVac e Oxford/AstraZeneca
(Foto: )

Ao menos 44.177 mil catarinenses perderam o prazo para tomar a segunda dose da CoronaVac, segundo o Ministério da Saúde. Os dados por estado foram divulgados pelo governo federal na noite desta terça-feira (13). Os especialistas reforçam que, para fornecer a imunização completa contra a Covid-19, a segunda dose deve ser aplicada em um intervalo de 21 a 28 dias. 

Já para o imunizante da Oxford/AstraZeneca o espaço entre as aplicaçoes é de três meses. 

> Monitor da vacina: veja o avanço da vacinação contra Covid-19 em SC

Só em Florianópolis, 994 idosos acima de 73 anos perderam o prazo para tomar a segunda dose da CoronaVac, conforme a Secretaria de Saúde. A prefeitura explica que está entrando em contato por telefone com essas pessoas. Caso elas não atendam, serão feitas visitas a domicílio.  

Os dados do governo federal ainda mostram que sete catarinenses teriam perdido o prazo para tomar a segunda dose da vacina da Oxford/AstraZeneca. No entanto, segundo a Diretoria de Vigilância Epidemiológico de Santa Catarina (Dive-SC), como o primeiro lote desse imunizante chegou ao Estado em 24 de janeiro, o prazo para tomar a segunda dose ainda não terminou.   

Conforme informações divulgadas pelo Ministério da Saúde, cerca de 1,5 milhão de brasileiros perderam o prazo para tomar a segunda dose das vacinas CoronaVac e Oxford/AstraZeneca. São Paulo é o estado com o pior índice, com mais de 343 mil atrasados. Na sequência, aparecem Bahia, com 148 mil, e Rio de Janeiro, com 143 mil.  

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, destacou que mesmo aquelas pessoas que perderam o prazo estabelecido no cartão de vacinação, devem procurar uma unidade de saúde para a segunda dose. O ministro disse que pretende reforçar as campanhas para que todos completem o esquema de imunização, com o apoio do Conselho Nacional de Secretários da Saúde (Conass).

Leia também:

Vacinação de grupo prioritário contra Covid-19 termina em agosto de 2021, se SC mantiver atual ritmo

Idosa de 113 anos, mulher mais velha de Chapecó, recebe a vacina contra a Covid-19

Mapa Covid de SC hoje: veja em mapa e dados por cidade como está a situação da pandemia

Colunistas