nsc

publicidade

Suinocultora

ACCS busca parceria alemã para usinas de biogás

Objetivo é gerar energia a partir dos dejetos de suínos

25/02/2019 - 20h10 - Atualizada em: 25/02/2019 - 23h33

Compartilhe

Darci
Por Darci Debona
Santa Catarina tem 20% dos suínos do país
Geração de energia a partir dos dejetos de suínos despertou interesse de investidores da Alemanha
(Foto: )

A Associação Catarinense de Criadores de Suínos (ACCS) está buscando investidores internacionais para a implantação de usinas de biogás que tenham como matéria-prima os dejetos de suínos. Com o biogás os produtores podem gerar energia suficiente para suas propriedades e ainda comercializar o excedente.

A entidade já tem uma parceria com a Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Alemanha. O presidente da ACCS, Losivânio De Lorenzi, esteve visitando usinas de biogás na Alemanha e, no início do mês, um diretor da Câmara Brasil-Alemanha, Ricardo Castanho, esteve visitando propriedades em Santa Catarina. As empresas com que a ACCS manteve contato são a PlanET, a Bert Energy e a Fertigaz.

Em março os representantes dos potenciais investidores são esperados novamente em Santa Catarina, para dar sequência no projeto.

- Depois de conhecer melhor a região eles devem buscar interessados e também empresas da região que podem ser parceiras. As empresas alemãs têm alta tecnologia e que permitem boa produção também no período de inverno. Isso permitirá ao produtor ter uma solução ambientalmente sustentável e gerar renda – disse De Lorenzi.

Santa Catarina tem cerca de 20% do plantel nacional de suínos, com oito milhões de cabeças.

Deixe seu comentário:

publicidade