nsc
    an

    Morte no trânsito

    Acidente mata bebê de um mês na BR-280, em Guaramirim 

    Condutor de um Audi A3 bateu de frente contra um Volkswagen Virtus

    23/02/2020 - 10h45 - Atualizada em: 23/02/2020 - 14h22

    Compartilhe

    Bianca
    Por Bianca Bertoli
    Acidente mobilizou socorristas e PRF
    Acidente mobilizou socorristas e PRF
    (Foto: )

    Um acidente envolvendo três veículos matou uma bebê de um mês e deixou seis feridos no final da tarde deste sábado (22), na BR-280, em Guaramirim. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o motorista que causou o acidente estava embriagado. Ele conduzia um Audi A3 com outra ocupante quando bateu de frente contra um Volkswagen Virtus próximo ao Hotel Eliane. O Prisma que seguia atrás do Virtus acabou se envolvendo na colisão.

    No Virtus com placas de Sapiranga (Rio Grande do Sul) havia cinco pessoas. A menina de um mês voou do bebê conforto e já estava sem vida, sobre o banco traseiro, quando os bombeiros voluntários da cidade chegaram, por volta das 18h. Os pais dela, de 33 e 34 anos, um menino de quatro anos e um homem de 60 foram encaminhados ao hospital com ferimentos leves.

    O motorista do Prisma com placas de Guaramirim, de 59 anos, acabou batendo na traseira do Virtus. Ele não se feriu. O condutor do Audi com placas de Jaraguá do Sul ficou preso às ferragens. Os socorristas o retiraram e o encaminharam ao hospital com ferimentos leves. De acordo com a equipe que o atendeu, ele estava agitado e com forte odor etílico.

    Ele estava consciente, assim como a carona de 24 anos. Ela, porém, teve ferimentos no quadril e suspeita de machucados internos, por isso foi levada à unidade de saúde em estado considerado mais grave. O homem de 38 anos, conforme a PRF, foi preso após o atendimento médico por dirigir sob efeito de álcool. Ele foi encaminhado à Central de Polícia em flagrante.

    O nome da bebê não foi divulgado pelos socorristas.

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Cotidiano

    Colunistas