nsc
santa

No Paraguai

Acusado de estuprar crianças em Blumenau é preso pela Interpol

Homem estava foragido e foi encontrado em país vizinho

21/06/2022 - 14h38 - Atualizada em: 21/06/2022 - 15h03

Compartilhe

Bianca
Por Bianca Bertoli
Homem cometeu crimes em Blumenau, acusa MP
Homem cometeu crimes em Blumenau, acusa MP
(Foto: )

Foi preso pela Interpol no Paraguai um homem suspeito de cometer crimes sexuais contra dois meninos em Blumenau. Agora, a polícia internacional trabalha para trazê-lo de volta do Brasil. O mandado de prisão preventiva foi expedido pela 2ª Vara Criminal blumenauense.

> Receba notícias de Blumenau e região direto no Whatsapp

O homem estava foragido. Ele é acusado de estupro de vulnerável contra dois meninos. Em um dos casos, de acordo com a denúncia do Ministério Público, o acusado fez amizade com a vítima enquanto ela pegava o ônibus sozinha para ir à escola. Após ganhar a confiança e conhecer a rotina da criança, dizendo ser professor de inglês e matemática, passou presenteá-lo com guloseimas e material escolar, além de realizar truques de mágica.

Na sequência, já dando início à execução dos seus atos libidinosos, os quais foram praticados com intensidade gradativa, o homem passou a praticar atos de caráter sexual para satisfazer a lascívia dele, afirma a acusação.

A família do menino descobriu a estranha proximidade apenas quando o homem fez uma "visita" na residência deles e foi flagrado, já no interior da residência, sem a presença de um adulto, brincando com a vítima e seus irmãos com muita intimidade. Após a descoberta de que o denunciado já tinha passagem policial em casos de abuso infantil, a criança confidenciou toda a dinâmica dos fatos.

Na segunda ação penal, o denunciado, ainda de acordo com a denúncia, passou a frequentar uma igreja evangélica e se aproximou de uma família, em especial do menino filho do casal. Segundo consta nos autos, aproveitando-se de momentos em que estava sozinho com a criança, o homem passou a constrangê-lo à prática de atos libidinosos.

No intuito de não ser descoberto, o acusado sempre ameaçava a criança, dizendo que se ele contasse para alguém, mataria os pais do menino. Os fatos somente chegaram ao conhecimento da família quando veiculada em redes sociais notícia referente a outro caso, envolvendo a mesma pessoa.

Há informação, ainda, que o homem tem uma condenação por crime sexual no estado do Piauí e também estaria envolvido em crime da mesma espécie no Paraguai. O acusado possui outros boletins de ocorrência registrados contra ele, no ano de 2018, por pais de crianças que frequentavam uma escola de inglês e relataram condutas inadequadas com os alunos na sala de aula.

Segundo esclarecido pela juíza Fabíola Duncka Geiser, o Ministério da Justiça conseguiu que o país vizinho deferisse a extradição do brasileiro. No momento, a Interpol providencia o cumprimento da medida para a entrega efetiva do indivíduo às autoridades brasileiras, para responder às ações penais.

As ações penais tramitam em segredo de justiça, por envolver crianças.

Leia também

Prédio com mais de 100 apartamentos será construído ao lado de colégio de Blumenau

Empresa de SP desiste de tentar comprar a Teka, de Blumenau

Blumenau busca área no bairro Garcia para “novo Parque Ramiro Ruediger”

Colunistas