nsc
    dc

    Justiça

    Acusado de tentar asfixiar policial em abordagem vai a júri popular no Sul de SC 

    Caso foi em setembro do ano passado, quando o motorista resistiu à prisão

    17/01/2020 - 10h12 - Atualizada em: 17/01/2020 - 10h21

    Compartilhe

    Lariane
    Por Lariane Cagnini
    passo
    Homem teve o veículo apreendido e passou a agredir os policiais
    (Foto: )

    O homem de 36 anos, acusado de querer aplicar um golpe “mata-leão” em um policial militar, vai a júri popular por tentativa de homicídio triplicamente qualificado. O caso foi em setembro de 2019 em Passo de Torres, no Sul de Santa Catarina, durante uma abordagem de trânsito. De acordo com o juiz da comarca de Santa Rosa do Sul, Renato Della Giustina, o júri também irá julgar os crimes de resistência e desacato.

    Na manhã do crime, pouco antes das 11h, o homem que era morador de Torres, no Rio Grande do Sul, foi até a cidade vizinha para fazer compras. Parado em uma fiscalização de rotina, ele estava com os documentos do veículo atrasados, e o carro foi apreendido.

    Inconformado, o homem começou a se alterar, xingou os policiais verbalmente e ainda atacou um deles. O policial desmaiou e precisou ser levado ao hospital.

    Sul de SC

    Homem reage a abordagem e policial acaba hospitalizado

    A companheira do homem, que estava com ele no local, contou em depoimento que o marido ficou alterado pois estava na expectativa de fazer um negócio com o veículo, para a compra de uma casa. Ele estava desempregado, segundo ela, e como não teria o dinheiro para regularizar a situação do carro, ficou nervoso e reagiu.

    Ainda não há data definida para o julgamento, e o réu está preso preventivamente desde o ano passado. Cabe recurso da decisão ao Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC).

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Cotidiano

    Colunistas