A Lagoa dos Patos, no Rio Grande do Sul, ganhou destaque nacional com a repercussão da enchete do Rio Grande do Sul, em maio deste ano. Com 265 quilômetros de comprimento, é a maior laguna da América do Sul e percorre diversas cidades do Estado. Apesar da grandiosidade de sua extensão, nem todos conhecem o que a laguna é, onde ela fica e qual é a origem do nome “curioso” que possui. Por isso, selecionamos a seguir as explicações sobre ela.

Continua depois da publicidade

Siga as notícias do Hora no Google Notícias

Clique e participe do canal do Hora no WhatsApp

Para quem ainda não conhece a Lagoa dos Patos, saiba que ela percorre grande área do mapa do Rio Grande do Sul. A extensão da laguna fica paralela ao Oceano Atlântico, da qual é separa apenas por uma pequena parte de terra. No total, ela possui uma área de 10.144 quilômetros quadrados, com largura máxima de 60 quilômetros e profundidade médida de 3 metros.

Continua depois da publicidade

Saiba mais sobre a Lagoa dos Patos

Onde fica a Lagoa dos Patos?

A imensidão da Lagoa dos Patos é tão expressiva que ela percorre 14 municípios gaúchos. Ou seja, dizer onde a Lagoa dos Patos fica é explicar que ela percorre diversas cidades a seguir:

  • Barra do Ribeiro
  • Tapes
  • Arambaré
  • Camaquã
  • São Lourenço do Sul
  • Turuçu
  • Pelotas
  • Rio Grande
  • São José do Norte
  • Tavares
  • Mostardas
  • Palmares do Sul
  • Capivari do Sul
  • Viamão

Continua depois da publicidade

As cidades acima são as que possuem conexão com a Lagoa. Em Pelotas, inclusive, fica uma das praias mais famosas da Lagoa: a Praia do Laranjal, conhecida pelas águas calmas e pela larga faixa de areia.

Na parte superior do mapa da Lagoa dos Patos, na direção noroeste, está o Lago Guaíba, um dos mais conhecidos do território gaúcho. Porto Alegre, a capital do Estado, é a cidade que fica nas margens do lago. Por conta da grande quantidade de chuva em maio deste ano, o nível do Guaíba apresentou elevação na média de cinco metros, tornando-se a maior enchete já registrada no Estado.

Já na parte mais ao Sul da Lagoa, estão os municípios de Pelotas e Rio Grande. É neste ponto que a laguna tem uma pequena extremidade, que faz a ligação com o Oceano Atlântico por um estreito canal. Essa conexão com o mar, inclusive, altera a água doce da Lagoa dos Patos e ela torna-se salobra. Além disso, a laguna comunica-se com a lagoa Mirim pelo canal de São Gonçalo.

Continua depois da publicidade

Por que a Lagoa dos Patos tem esse nome?

Se você pensou que a Lagoa dos Patos possui esse nome porque tem muitos patos, está enganado. Na verdade, o nome tem relação com os povos originários que habitavam a região antes da colonização europeia. Conhecidos como “patos”, os povos habitavam as margens da laguna, porém, esta não é a única versão sobre o nome do local.

Porém, outra versão da história aponta justamente uma possível relação com os animais. Por volta de 1554, algumas embarcações da Espanha teriam passado pelo local e enfrentado um temporal. Então, após procurarem abrigo na Barra do Rio Grande, teriam deixado escapar alguns patos da embarcação, os quais seriam levados para a região do Prata. As aves teriam gostado do local, reproduzido em larga escala, e preenchido boa parte da laguna. Porém, não há registros oficiais dessa “lenda”.

Leia também

Cavalo sabe nadar? Entenda após animal ficar ilhado em enchente

Destaques do NSC Total