nsc
an

Imunização

Agendamento da vacina contra Covid-19 em Joinville é ampliado a trabalhadores da saúde

Profissionais da área que atuam em hospitais e ainda não foram imunizados, além de trabalhadores da saúde com comorbidades podem realizar o agendamento

09/02/2021 - 04h00 - Atualizada em: 09/02/2021 - 05h59

Compartilhe

Patrícia
Por Patrícia Della Justina
A vacina está sendo aplicada na Central de Imunização de Joinville, instalada no Centreventos Cau Hansen
A vacina está sendo aplicada na Central de Imunização de Joinville, instalada no Centreventos Cau Hansen
(Foto: )

Profissionais da saúde que atuam em hospitais de Joinville e que ainda não foram imunizados já podem realizar o agendamento da vacina contra Covid-19. A ampliação abrange também aqueles trabalhadores da área da saúde que possuam comorbidades, de acordo com o Plano Nacional de Imunização. 

> Quer receber notícias de Joinville e Norte de SC por WhatsApp? Clique aqui

A vacina está sendo aplicada na Central de Imunização de Joinville, que está instalada no Centreventos Cau Hansen, com capacidade de aplicar 210 doses ao dia. 

Os agendamentos podem ser realizados por meio do site da Prefeitura de Joinville. Para ser vacinado, o profissional deve apresentar documento de identificação com foto, crachá, holerite ou declaração que comprove o vínculo com a instituição de saúde e, para os casos de profissionais com comorbidades, declaração, receita médica, laudo ou atestado que certifique a condição.

> "Vai ser melhor do que ficar em casa", diz mãe de aluno sobre volta às aulas em Joinville

A lista de comorbidades foi estabelecida pelo Ministério da Saúde e contempla: anemia falciforme, diabetes mellitus, doença renal crônica, doenças cardiovasculares, doenças cerebrovasculares, hipertensão arterial, imunossuprimidos, obesidade grau 3 (IMC maior que 40), pneumopatias crônicas graves e Síndrome de Down.

Mais de 6 mil pessoas vacinadas

Até agora, a Prefeitura de Joinville registrou 6.010 pessoas vacinadas contra o coronavírus na cidade. Este número contempla os profissionais da saúde que atuam na linha de frente do combate à Covid-19, os assistidos pelas Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPIs) e também os trabalhadores da saúde com mais de 60 anos.

Colunistas