Um menino de 8 anos foi sequestrado enquanto estava em um posto de saúde de Penha, cidade do Litoral Norte de Santa Catarina. A agilidade de uma funcionária da unidade se mostrou fundamental para esclarecer quem tinha levado a criança e o endereço onde ela estava. O autor foi preso e teve o flagrante convertido em detenção preventiva, de acordo com a Polícia Civil.

Continua depois da publicidade

Receba notícias do Litoral Norte por WhatsApp

O menino estava no posto com a mãe na manhã de sexta-feira (16) e enquanto aguardavam atendimento, sem que a mulher percebesse, um homem colocou a criança no carro e deixou o local. Uma funcionária percebeu a situação e se deu conta de que o homem também era paciente daquela unidade. Com acesso ao endereço cadastrado no sistema, ele foi localizado e preso.

Segundo a Polícia Militar, o homem de 47 anos disse ter levado a criança parar passear na casa onde mora. O objetivo era apresentar ao garoto os animais que cria na propriedade. Ele teria se justificado dizendo não ser uma pessoa estranha, alegando “que o cadastro dele estava registrado na unidade de saúde”. A mãe, porém, reafirmou não conhecer o suspeito e não ter autorizado o passeio.

A PM informou que a “criança foi encontrada ilesa”.

Continua depois da publicidade

O homem foi preso pelos crimes de sequestro e cárcere privado, teve a prisão preventiva decretada e foi levado ao Complexo Prisional da Canhanduba, em Itajaí. A audiência de custódia ocorreu no sábado (17) e ele segue detido. A Polícia Civil disse que o juiz pediu um laudo de sanidade mental do homem. Caso seja confirmada insanidade, poderá ser encaminhado para internação psiquiátrica.

Leia mais

Perseguição na BR-101 termina com um morto e dois feridos em Balneário Camboriú

Saída de balada em Balneário Camboriú vira pesadelo para homem sequestrado e roubado

Destaques do NSC Total