nsc
dc

Turismo

Ano com mais feriados prolongados tem impacto positivo na economia de SC

Comércio varejista prevê perdas com o número menor de dias úteis em 2020, mas balança é positiva pelo turismo

02/01/2020 - 15h58

Compartilhe

Lucas
Por Lucas Paraizo
Verão praia
Praias do litoral catarinense movimentam a economia nos feriados
(Foto: )

O cálculo dos dias úteis a menos no calendário brasileiro gera, todos os anos, contas sobre os prejuízos que os feriados prolongados trazem ao comércio. Em 2020 o número de feriados "emendados" será o dobro de 2019, com 11 datas comemorativas em dias de semana. Conforme um cálculo divulgado pela Federação do Comércio de São Paulo (Fecomércio-SP), isso deve trazer perdas estimadas de R$ 11,8 bilhões ao varejo nacional em 2020, um número 53% maior que o previsto para 2019 por causa dos feriados.

O número pode assustar, mas a balança comercial se torna positiva quando a visão dos feriados envolve também o dinheiro que eles movimentam no turismo. Conforme a Fecomércio de Santa Catarina, que representa os setores de comércio e de serviços, em SC os feriados têm um valor importante na movimentação econômica. A entidade aponta que 12,5% do PIB (Produto Interno Bruto) de SC vem do turismo, um setor que emprega cerca de 210 mil pessoas, e que segmentos de lazer, entretenimento, gastronomia e hotelaria ganham um impulso no faturamento durante os feriados prolongados.

Em nota, a Fecomércio-SC apontou também que os feriados prolongados podem refletir negativamente no comércio de outras regiões sem o apelo turístico, mas pondera que o volume de vendas e receita é estável no Estado desde o início de 2019, com a retomada do crédito e estabilidade da renda.

Em nível nacional o Ministério do Turismo também sinaliza que o impacto econômico dos feriados no turismo faz a balança ficar positiva. Segundo a pasta, somente o feriado de 1º de maio em 2019 movimentou R$ 9 bilhões na economia com 4,5 milhões de viagens no Brasil. No ano passado inteiro os feriados resultaram em 13,9 milhões de viagens, que injetaram R$ 28,84 bilhões na economia brasileira.

11 feriados nacionais em dias de semana

Dos 12 feriados nacionais, 11 caem em dias de semana e 10 podem ser emendados com sábados e domingos. A lista não inclui os feriados estaduais e feriados municipais. As exceções aos feriados colados ao fim de semana são 1º de janeiro (Confraternização Universal), caindo em uma quarta-feira; 21 de abril (Tiradentes), que será em uma terça-feira e o Corpus Christi (11 de junho), que sempre cai às quintas-feiras 60 dias após a Páscoa.

Páscoa e carnaval são feriados alongados em todos anos. A Paixão de Cristo (sexta-feira) será no dia 10 de abril. A segunda-feira e a terça-feira de carnaval cairão nos dias 24 e 25 de fevereiro, respectivamente.

Além desses dias, os brasileiros poderão emendar com o fim de semana o Dia do Trabalho (1º de maio) que cai numa sexta-feira, assim como o Natal (25 de dezembro).

Para quem não gosta das segundas-feiras, a boa notícia é que os feriados da Independência do Brasil (7 de setembro), de Nossa Senhora Aparecida (12 de outubro) e de finados (2 de novembro) cairão nesse dia da semana. (Com informações da Agência Brasil)

Deixe seu comentário:

Últimas notícias

Loading interface... Todas de Economia

Colunistas