nsc
    an

    Superação

    Aos 22 anos, jovem com Síndrome de Down trabalha em multinacional em Joinville

    Mateus Rodrigues é exemplo de superação aos colegas de trabalho

    26/03/2019 - 07h29 - Atualizada em: 27/03/2019 - 21h00

    Compartilhe

    Patrícia
    Por Patrícia Della Justina
    Mateus Rodrigues é exemplo de superação aos colegas de trabalho
    Mateus Rodrigues é exemplo de superação aos colegas de trabalho
    (Foto: )

    Mateus dos Reis Rodrigues é exemplo de superação. Ele tem 22 anos, nasceu em São Paulo, mas ainda com dois anos veio morar em Joinville. Foi graças à Associação Universo Down que Mateus conseguiu emprego em uma multinacional da cidade. Atuando há dois anos na empresa, Mateus hoje fica na recepção e todos os dias arranca sorrisos de quem passa por ali.

    — Eu trago alegria aqui na empresa. Um grande sonho meu é crescer aqui, ter um futuro, aplicar melhorias e etapas maiores na empresa. Depois, quero ser biólogo. Adoro fazer pesquisas — conta.

    Para a coordenadora do Mateus, Andressa Leandro, o trabalho desenvolvido pela instituição foi fundamental, já que há o vínculo com a empresa. Foi por meio disso que Mateus chegou ali.

    — Para nós, enquanto colaboradores, tem sido enriquecedor. Todos os dias quando chegamos aqui, o Mateus nos recebe sorrindo, dizendo que está ótimo. Por ser muito comunicativo, todo mundo o conhece. Ele é famoso na empresa. É transformador. Acho que nós acabamos ganhando mais do que ele — destaca ela.

    Em relação ao desenvolvimento de Mateus, segundo Andressa, o que mais se destaca são as ideias que ele traz. Além disso, por ser uma empresa internacional, as visitas de pessoas estrangeiras é constante. Andressa conta que enquanto os funcionários que falam em inglês às vezes postergam a apresentação, Mateus é o primeiro a querer falar. Ele começou a fazer cursos do idioma sozinho por meio da internet.

    — As pessoas ficam impressionadas. Ele não tem vergonha, não se limita a nada, diferente de muita gente. Isso nos faz repensar em vários aspectos — detalha Andressa.

    Apesar de possuir projetos de inclusão em plantas de outras cidades, a equipe alocada em Joinville teve de se adaptar para receber o jovem, já que ele foi o primeiro na unidade do município. Em um primeiro momento foram realizadas palestras entre os funcionários e, depois, a mãe do jovem também foi ao local para apresentá-lo e contar sobre sua trajetória de vida.

    — É importante que as pessoas saibam como é. Para elas não superprotegerem ele, mas saberem que ele é um colaborador como qualquer outro. A verdadeira inclusão é aquela em que há a troca entre a pessoa e a empresa. Não adianta incluir para cumprir cota. Tem que existir a troca e o cumprimento de metas anuais – afirma.

    Saiba como realizar as doações à Associação Universo Down:

    Banco do Brasil

    Agência: 0038-8

    Conta Corrente: 203777-7

    CNPJ: 81144099000105

    Associação de Síndrome de Down de Joinville - Adesd

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Cotidiano

    Colunistas