nsc

    Segurança

    Apenas 13,3% dos feminicídios em SC tinham B.O. contra agressor, diz polícia

    Coordenadora da DPCami alerta para a importância de denunciar logo após a primeiro abuso

    12/11/2020 - 10h35 - Atualizada em: 12/11/2020 - 10h57

    Compartilhe

    Juliana
    Por Juliana Gomes
    Ate novembro, estado teve 45 casos de feminicídio
    Ate novembro, estado teve 45 casos de feminicídio
    (Foto: )

    Desde janeiro, foram registrados 45 feminicídios em Santa Catarina, de acordo com a Polícia Civil. Esse número é 8% menor que as ocorrências do mesmo período do ano passado. Em 2019, de janeiro a novembro, foram identificados 50 casos. 

    Dos 45 registros de 2020, apenas 13,3% das vítimas tinham feito um boletim de ocorrência contra o agressor, segundo a coordenadora da Delegacia de Proteção à Criança, Mulher e Idoso do Estado (DPCami) Patrícia Zimermmann D'Ávila. Em entrevista à NSC TV, a delegada alertou que a denúncia deve ser feita o quanto antes. 

    - Não há um caso de feminicídio que comece com esse crime, eles têm um fator antecedente que é uma ameaça ou uma lesão. Muitas dessas mulheres não se vêem em risco, não enxergam aquela relação como tóxica, abusiva, como algo que coloque em risco a sua vida - explicou. 

    >Feminicídios crescem em SC no segundo semestre> Mulher é esfaqueada a mando do marido, que acaba linchado em Navegantes

    Conforme a delegada, em até 24 horas, as medidas protetivas de urgência têm sido cumpridas, porque seu descumprimento pode acarretar ao agressor prisão preventiva ou em flagrante e enfatiza:

    - Se você sofre qualquer ato de violência ou conhece uma mulher que sofra, acesse o site da polícia civil, pc.sc.gov.br, vá no link delegacia virtual da mulher, é bem destacado, na cor de rosa, faça a sua ocorrência, ligue para o telefone 181, que é o disque-denúncia da Polícia Civil, ou entre em contato por whatsApp, 48-9-8844-0011 - explicou.  

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Polícia

    Colunistas