nsc
dc

Artes 

Arquiteto e artista plástico Guto Lacaz expõe vídeo-registros de seus trabalhos em Florianópolis

Exposição "Panorâmicas" começa nesta quinta-feira, no Sítio, com conversa com o artista

19/10/2017 - 02h00

Compartilhe

Por Redação NSC
Vídeo da obra Bicicloptica estará na exposição
Vídeo da obra Bicicloptica estará na exposição
(Foto: )

Vídeo-registros de instalações, performances, poesia visual, objetos, máquinas e intervenções urbanas do artista plástico Guto Lacaz estão reunidos pela primeira vez na exposição Panorâmica, que começa nesta quinta-feira no Sítio, na Lagoa da Conceição, na Capital. A mostra reúne vídeos da produção dos últimos 20 anos do artista, que também participa de uma conversa com o público.

— Tenho vídeo-registros da montagem de vários trabalhos, mas nunca tinha feito uma exposição de registros. Mandei um que acabei de editar, de uma intervenção urbana que fiz em Brasília em 2011. O rapaz que gravou o material me deu quase 10 CDs, demorei para criar coragem para ver o material e editar — brinca Guto.

Trata-se de um registro de OFNI - Objeto Flutuante Não Identificado, um cubo feito de 79 caixas de isopor colocado durante quatro dias no Lago Paranoá. São obras inusitadas como essa, que mais parecem invenções curiosas ou geringonças, que marcaram a trajetória do artista. Guto Lacaz começou a carreira como arquiteto e depois enveredou para o desenho gráfico. No final dos anos 70, passou a se dedicar intensamente às artes plásticas e desde então tem uma produção intensa.

Assista a um trecho de um dos vídeos:

— Só penso nisso, fico o dia inteiro inventando sarna para me coçar. Algumas vezes eu quebro a cara, artes plásticas não é glamouroso, tem muito mico que a gente paga. Vou observando o mundo, lembrando de coisas da infância, fico com um caderninho e quando aparece uma ideia eu anoto, faço um croqui, às vezes construo um modelo em escala — explica Guto, que, apesar de não exercer a arquitetura como o esperado, define-se como arquiteto e utiliza os métodos típicos da concepção de projetos em seus trabalhos.

— Eu sou arquiteto e artista plástico. Embora não faça prédios, muita coisa que eu faço é arquitetônico. No OFNI, por exemplo, cabe uma pessoa dentro, é como se fosse uma casinha flutuante. Faço também ocupações de espaço, instalações. De alguma forma, estou exercendo a arquitetura. Vivo arriscando, dou a cara para bater.

Panorâmica tem curadoria de João Aires, coordenador cultural do Sítio.

Guto Lacaz - imagem de divulgação
Arquiteto-artista plástico Foto: Edson Kumasaka / Divulgação

Agende-se
Panorâmica, de Guto Lacaz
Quando: abertura nesta quinta-feira (19), às 19h, com conversa com o artista às 21h. Visitação até o dia 1º de novembro, às quartas, quintas e sextas, das 16h30 às 21h
Onde: Sítio (Rua Francisca Luísa Vieira, 53, Lagoa da Conceição, Florianópolis)
Quanto: entrada gratuita. Inscrições para a conversa com o artista no site ositio.com.br

Leia mais:

Colunistas