nsc

publicidade

Futebol

Atletas do Figueirense respondem nota do clube e exigem quitação de dívidas até terça-feira

Clube havia prometido resolver a situação até 28 de agosto, mas grupo de jogadores quer pagamentos feitos até o jogo desta terça-feira

18/08/2019 - 17h18 - Atualizada em: 19/08/2019 - 08h24

Compartilhe

Redação
Por Redação DC
Na sexta-feira, atletas não apareceram para treinar em protesto contra atrasos salariais
Na sexta-feira, atletas não apareceram para treinar em protesto contra atrasos salariais
(Foto: )

Os jogadores do Figueirense se manifestaram em resposta ao clube, que emitiu nota afirmando que irá quitar até o dia 28 deste mês o salário referente a julho e dois direitos de imagens atrasados. Também em nota, publicada neste domingo (18), os atletas exigem que a solução ocorra em um prazo mais curto: até a próxima terça-feira, quando o time enfrenta o Cuiabá fora de casa pela Série B do Campeonato Brasileiro.

Caso os salários e direitos de imagens atrasados não sejam pagos, os atletas prometem não entrar em campo, acarretando em derrota por W. O. na partida contra o Cuiabá, pela 17ª rodada da competição. Segundo o clube, o compromisso de acertar os valores devidos nos próximos 10 dias foram ajustados no termo de compromisso assinado entre a Elephant, gestora do Figueirense Ltda, e a Associação Figueirense.

No entanto, além de exigir uma solução em menos tempo, os jogadores cobram ainda o pagamento de todos os débitos com categorias de base, funcionários do clube e prestadores de serviço, além dos atletas profissionais. A nota dos atletas pede ainda que o clube não adote retaliações como rescisões contratuais, afastamento de atletas ou demissões de funcionários sem justa causa até o fim da Série B deste ano. O texto foi divulgada nas redes sociais, em perfis de atletas como o capitão Zé Antônio.

A assessoria de imprensa da empresa que administra o departamento de futebol do Figueirense não quis se manifestar sobre a nova solicitação dos jogadores de que o pagamento seja feito até a terça-feira.

A reportagem tentou contato com os representantes dos conselhos do Figueirense, mas até o momento da publicação as ligações não foram atendidas.

O advogado que representa os jogadores do clube, Filipe Rino, sai em defesa dos atletas dizendo que eles guardam relação de respeito com a torcida, mas que são trabalhadores que precisam receber os valores devidos para honrar compromissos como o aluguel e as contas de casa.

Segundo ele, o prazo dado pelo clube seria muito longo — até lá venceria mais um direito de imagem, de acordo com o advogado. Os jogadores aguardam uma definição. Ainda não está decidido se eles embarcam ou não para Cuiabá. O embarque está previsto para a manhã desta segunda-feira (19).

Confira a íntegra da nota do Figueirense:

"Nota oficial do Figueirense

Conforme indicado para a reunião da última sexta-feira (16), no Orlando Scarpelli, em que os jogadores tinham confirmado presença e não compareceram, a diretoria do Figueirense quitará o salário CLT de julho e as duas imagens em atraso até o próximo dia 28 de agosto.

Os parâmetros estão ajustados no termo de compromisso assinado entre a Elephant, gestora da Figueirense Ltda, e a Associação Figueirense."

Confira a íntegra na nota dos atletas do Figueirense:

Ver essa foto no Instagram

#familiafigueirense

Uma publicação compartilhada por Zé Antonio (@ze_antonio33) em

Deixe seu comentário:

publicidade