O desaparecimento do ator catarinense Ricardo Merini, de 37 anos, mobiliza a Polícia Civil. Natural de Rio do Sul, no Alto Vale do Itajaí, o artista foi visto pela última vez no sábado (21), na região central de São Paulo.

Continua depois da publicidade

Uma amiga contou ao g1 que ele tinha acabado de chegar de Chapecó e saiu de casa para se encontrar com um amigo quando desapareceu. Vídeos gravados por uma câmera de segurança mostram quando ele chega, às 21h47min, e quando sai do apartamento, às 23h36min.

Receba notícias de Blumenau e região por WhatsApp

Nesta quinta-feira (26), a polícia fez buscas em uma comunidade de Jaguaré, na zona oeste de São Paulo, após a geolocalização do celular do artista ter apontado para o bairro. Conforme o Metrópoles, o aparelho já perdeu o sinal, e Ricardo não foi visto nas imediações da comunidade. As informações são da delegada Ivalda Aleixo, diretora do Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa.

Amigos do ator criaram campanha nas redes para tentar encontrá-lo. “Pedimos a colaboração de todos! Se você viu ou tem qualquer informação sobre o paradeiro de Ricardo, por favor, entre em contato imediatamente”, informa o post. Dois telefones foram compartilhados para possíveis informações sobre o paradeiro do ator: (47) 9 9609-6463 e (11) 9 8761-8949.

Continua depois da publicidade

Ricardo Merini estudou artes cênicas na Escola Célia Helena. Ele participou dos curtas “Noite na Taversa” (2015), “Asco” (2015) e “O Coração do Príncipe” (animação, 2014). No teatro, atuou em “Terror e Miséria no Terceiro Reich” (2012).

Leia mais

O que se sabe sobre a execução de pai e filhos em plena luz do dia em SC

Desacerto financeiro gera pancadaria no meio da BR-470 em Indaial; assista vídeo

Destaques do NSC Total