nsc
    dc

    Futebol 

    Avaí empata com o Goiás e chega a 11 jogos sem vencer no Brasileirão

    Equipe do técnico Alberto Valentim ficou no 0 a 0 com o time esmeraldino e continua sem vitória na competição. Leão não marca há cinco jogos 

    21/07/2019 - 20h21 - Atualizada em: 21/07/2019 - 21h33

    Compartilhe

    Redação
    Por Redação DC
    (Foto: )

    O Avaí chegou ao 11º jogo sem vencer na Série A do Campeonato Brasileiro. Na noite deste domingo, o Leão da Ilha empatou em 0 a 0 com o Goiás no Estádio da Ressacada, em Florianópolis.

    O reencontro da torcida com o time após 43 dias sem a equipe azurra atuar no gramado da Ressacada foi cercado pela expectativa de que o Avaí conseguisse a esperada primeira vitória no Brasileirão, que ainda não veio. Mas em campo, o time do técnico Alberto Valentim voltou a ter dificuldades e chegou ao quinto jogo sem balançar as redes do adversário.

    Em noite de inauguração da nova iluminação da Ressacada - criticada por parte da torcida em redes sociais -, a atuação do Avaí não foi brilhante como esperava o torcedor. Na primeira etapa, o Goiás concentrou ataques pelo lado direito. O atacante Michael conseguiu mostrar habilidade e levar perigo à defesa do Avaí.

    O melhor momento do Leão na etapa inicial foi aos 44 minutos. Após boa jogada de Lourenço pela direita, o lateral bateu firme cruzado. O goleiro Tadeu espalmou, mas, na sobra, Ferrareis finalizou em cima da zaga do Goiás.

    O Avaí ainda reclamou um pênalti no final da primeira etapa, quando a bola teria batido na mão do defensor goiano. O árbitro Rodolpho Toski Marques consultou o árbitro de vídeo, o VAR, e não considerou o lance pênalti.

    Na segunda etapa, o Avaí teve um pouco mais de posse de bola e tentou organizar melhor as jogadas, mas ainda apresentava dificuldade em algumas trocas de passes. Aos 22, Gustavo Ferrareis ajeitou para Brenner, que bateu firme, mas Tadeu fez a defesa sem dificuldades. Ferrareis, em chutes de fora da área, tentava levar algum perigo ao gol do Goiás.

    Avaí ficou no 0 a 0 com o Goiás
    Avaí ficou no 0 a 0 com o Goiás
    (Foto: )

    Nos acréscimos, quando parte da torcida do Avaí ensaiou alguns gritos de crítica ao time, o Avaí tentou uma pressão final. Na melhor chance, Lourenço teve falta em frente à área, mas a cobrança parou na barreira.

    O empate, que foi o quinto do Avaí em 11 jogos, mantém o Leão da Ilha na lanterna do Brasileirão, com cinco pontos. Já o Goiás, que conheceu o primeiro empate na competição, chegou a 16 pontos e passou para a oitava colocação.

    Após o jogo, os jogadores do Avaí não esconderam a insatisfação com o empate.

    – Criando a gente está. Vamos melhorar nas finalizações, treinar mais, para ver se a bola entra no próximo jogo – afirmou Lourenço.

    O capitão Betão afirmou que a equipe tem se cobrado e defendeu que o elenco não pode deixar a situação abalar os jogadores.

    – A cobrança é justa. Algumas críticas são justas, outras nem tanto, mas futebol é resultado. Como eu tenho dito, às vezes é muito melhor jogar mal, fazer o pior jogo do mundo, mas vencer – afirmou.

    Avaí ficou no 0 a 0 com o Goiás, na Ressacada
    Avaí ficou no 0 a 0 com o Goiás, na Ressacada
    (Foto: )

    Ficha técnica do jogo

    Avaí

    Vladimir; Léo (Daniel Amorim), Betão, Ricardo e Igor Fernandes; Pedro Castro, Julinho (Richard Franco), Douglas (Luan Pereira); Gustavo Ferrareis, Lourenço e Brenner.

    Técnico: Alberto Valentim

    Goiás

    Tadeu; Daniel Guedes, Yago, Rafael Vaz e Jefferson; Geovane, Yago Felipe (Léo Sena), Giovanni Augusto (Marlone); Michael, Kayke (Júnior Brandão) e Renatinho.

    Técnico: Claudinei Oliveira

    Amarelos: Vladimir, Daniel Amorim, Luan Pereira e Brenner (A) e Jefferson e Giovanni Augusto (G)

    Arbitragem: Rodolpho Toski Marques apita, auxiliado por Rafael Trombeta e Luciano Roggenbaum

    Local: Estádio da Ressacada, em Florianópolis

    Público: 5.497 torcedores

    Acesse as últimas notícias do NSC Total

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Esportes

    Colunistas