nsc

Futebol

Avaí faz homenagens para Getúlio, Renato e Lourenço pela marca de 100 jogos no clube

Jogadores recebem placas e camisas comemorativas do clube pela contagem centenária

06/05/2021 - 15h39

Compartilhe

Kadu
Por Kadu Reis
Getúlio, Renato e Lourenço são homenageados pelos 100 jogos com a camisa do Avaí
Getúlio, Renato e Lourenço são homenageados pelos 100 jogos com a camisa do Avaí
(Foto: )

O Avaí prestou homenagens aos atacantes Getúlio, Lourenço e Renato, que completaram 100 jogos com a camisa azurra. Em cerimônia fechada na Ressacada, o clube presenteou os jogadores com placas e camisas comemorativas à marca centenária. O evento teve participação do presidente avaiano, Francisco José Battistotti, do vice, Amaro Lúcio da Silva, e do executivo de futebol, Marco Aurélio Cunha.

> Jogo de volta entre Avaí e Brusque, pela semifinal do estadual, é adiado para o dia 19 de maio

— Que bom fazer uma homenagem de 100 jogos a estes atletas, principalmente com dois sendo oriundos da base, Getúlio e Lourenço. Atletas que vieram para cá ajudar o Avaí e foram revelados na base. Isso é muito importante para o clube. O Renato também, já nos deu dois acessos, é um atleta muito competitivo, que honra muito a camisa do Avaí — afirma o presidente Francisco Battistotti.

> Avaí e Brusque apoiam adiamento do jogo de volta da semifinal do Catarinense

O primeiro a completar a marca foi o atacante Getúlio, logo na estreia do Avaí na temporada de 2021, com a vitória sobre o Juventus por 2x0. O jogador de 23 anos, natural de Alagoas, chegou ao clube ainda adolescente, aos 17. Ele acumula 109 partidas pelo time principal e tem 25 gols marcados, sendo que um deles valeu um acesso à Série A do Campeonato Brasileiro. 

> Clique aqui e receba as principais notícias de Santa Catarina no WhatsApp

— Tenho um carinho enorme pelo clube, fiz um gol importante em 2018, fico feliz. Neste ano espero fazer mais gols importantes para buscarmos o objetivo de terminar a Série B com o acesso. O gol mais importante foi justamente em Alagoas, minha terra, fico feliz em ajudar a minha família e poder ter comemorado lá — relembra Getúlio, que marcou o gol do acesso do Avaí em 2018, no Estádio Rei Pelé, em Maceió.

Confira as homenagens com registro da TV Avaí:

Também formado na casa, o hoje atacante Lourenço já passou pela lateral direita e meio de campo do Avaí. O jogador de 23 anos completou as 100 partidas pelo Leão da Ilha na vitória sobre o Figueirense, no clássico realizado em março. O mineiro chegou à Ressacada nas categorias de base e soma 111 jogos e cinco gols pelo time principal.

> TJD-SC pune Hercílio Luz com perda de pontos e multa de R$ 15 mil; clube vai recorrer

— Agradeço a todos por me apoiarem e acreditarem no meu trabalho, desejo fazer sempre o meu melhor para ajudar o Avaí. Cheguei aqui com 18 anos e quando você chega na base não sabe qual será o futuro. O professor Claudinei gostou muito e desde que subi não saí mais do profissional — relembra o atacante Lourenço.

> Avaí vence o ABC por 3x0 no jogo de ida da segunda fase da Copa do Brasil Sub-20

Entre os homenageados, o único contratado já como profissional é Renato, que está pela terceira vez na Ressacada. O jogador de 31 anos participou dos acessos de 2016 e 2018, acumula 102 partidas e 21 gols pelo Leão da Ilha. Com histórico de lesões, ele lamentou não ter completado a marca centenária antes, em declaração com tom emocionado.

> Rodrigo Faraco: Federação tenta costurar um acordo para poder finalizar o Catarinense 2021 ainda em maio

— Todos sabem o quanto sou grato por estar no Avaí. Sempre dei a vida, procurei dar o meu melhor e ajudar da melhor maneira possível. São 100 jogos, mas espero fazer muitos mais. Sei o quanto me dediquei pra chegar este número. Queria ter completado o quanto antes, no ano passado, mas tive uma lesão séria. Esperava dar mais de mim, mas a lesão me atrapalhou — lembra Renato.

Leia mais

> Ouça o Debate Diário: presidente do TJD-SC participa para falar dos rumos do Catarinense

> FCF marca jogos entre Figueirense e Chapecoense pelas quartas de final do estadual

> Faraco: Condenação do Hercílio Luz era esperada

Colunistas