nsc

publicidade

Série A

Avaí volta ao Brasileirão com derrota para o Fortaleza 

Wellington Paulista marca os gols da partida na Arena Castelão, pelo Campeonato Brasileiro

13/07/2019 - 18h55 - Atualizada em: 13/07/2019 - 19h59

Compartilhe

Redação
Por Redação DC
Avaí perde para o Fortaleza pelo Campeonato Brasileiro
Avaí perde para o Fortaleza pelo Campeonato Brasileiro
(Foto: )

O Avaí voltou ao Brasileirão com o mesmo resultado de antes da parada da Copa América. A equipe azurra perdeu por 2 a 0 para o Fortaleza neste sábado, na Arena Castelão, na estreia de Alberto Valentim no comando. Principalmente no início de cada tempo, o Leão da Ilha se mostrou diferente, mais organizado e agudo para buscar o gol. No entanto passou em branco, como foram nos três jogos anteriores do Campeonato Brasileiro.

Com o resultado, o Avaí segue na zona de rebaixamento. Os dois times voltam a jogar no próximo domingo. O Leão da Ilha vai retornar para a Ressacada para enfrentar o Goiás às 19h. Já o Leão do Pici joga às 16h contra o Atlético-MG no Independência.

MINUTO A MINUTO: veja como foi o jogo em tempo real.

O novo Avaí tem a dupla Léo e Lourenço no lado direito. O lateral de ofício, estreante com a veste azurra, e o jogador que muito jogou na função até então nesta temporada demonstraram boa afinação nos minutos iniciais. Foi por ali que nasceu a jogada que encontrou Pedro Castro na área. O volante ganhou a dividida com um marcador e chutou do jeito que deu. Só não deu porque o Felipe Alves conseguiu colocar a mão e evitar a inauguração do placar.

Ao menos nos primeiros minutos, o Leão não se limitava a se defender ou a especular contra-ataque. Foi para cima, marcou no alto e obrigava o Fortaleza a recorrer ao goleiro para tentar sair jogando. Compactado, também para não deixava o adversário acionar os jogadores de velocidade, Tanto que a primeira chegada dos mandantes foi na bola parada. Juninho bateu falta frontal e Vladimir abraçou a bola. O Avaí manteve a postura, mas não produzia chance de gol, tampouco permitia chegada dos cearenses.

Assim foi até os 40. O Leão da Ilha parece não ter suportado manter a postura. O Fortaleza teve sua chance clara na partida. Em boa jogada em velocidade pelo lado esquerdo, Carlinhos cruzou e André Luís estava livre de marcação para bater pro gol. Passou por Vladimir mas não por Betão. Na frente da trave, o capitão se esticou todo para desviar de cabeça para fora. Mas no minuto seguinte não teve jeito.

Em novo cruzamento da direita da defesa azurra Wellington Paulista ganhou no alto de Luanderson, estreante como zagueiro na equipe, e Vladimir espalmou. O ex-centroavante da Chapecoense se recuperou para pegar o rebote e escolher o quanto. Enquanto ele comemorava, os jogadores do Avaí reclamaram de falta por carga sobre Luanderson. Thiago Duarte Peixoto validou após checagem do VAR - sem olhar pelo monitor.

A volta do intervalo teve mudança. Caio Paulista entrou na vaga de Léo. Assim Lourenço foi recuado para jogar como lateral. Como no primeiro tempo, o Avaí tomou iniciativa no comecinho. No primeiro minuto, Julinho mandou chute forte que obrigou Felipe Alves espalmar pela linha de fundo. Com a vantagem no placar, o Fortaleza não se incomodou por não atacar. Ficou atrás enquanto os azurras tentavam produzir alguma finalização. Por isso, aos 19, João Peulo entrou na vaga de Ferrareis, que fez uma estreia discretíssima. Não deu nem tempo da alteração funcionar, porque o Leão do Pici aumentou. Um longo cruzamento encontrou Wellington Paulista. Luanderson e Vladimir pararam para assistir o centroavante marcar o segundo de cabeça.

O Avaí não chegava ao ataque. A última tentativa foi a entrada de Luan Pereira na vaga de Julinho. O Leão da Ilha até teve um lance para descontar. Aos 45, Douglas botou João Paulo na cara do goleiro, mas o toque foi defendido pelo goleiro. Satisfeito com a vantagem no Castelão, o Fortaleza só aguardava o apito final. A primeira vitória azurra foi postergada por mais uma rodada.

FICHA TÉCNICA - Fortaleza 2 x 0 Avaí

FORTALEZA

Felipe Alves; Gabriel Dias, Quintero (C), Roger Carvalho e Carlinhos; Felipe e Juninho; Romarinho, André Luís (Paulo Roberto), Wellington Paulista (Marlon) e Osvaldo (Kieza). Técnico: Rogério Ceni.

AVAÍ

Vladimir; Léo (Caio Paulista), Betão, Luanderson e Igor Fernandes; Pedro Castro, Julinho (Luan Pereira) e Douglas; Gustavo Ferrareis (João Paulo), Lourenço e Brenner. Técnico: Alberto Valentim.

GOLS: Wellington Paulista, aos 42 do primeiro tempo e aos 21 do segundo tempo (F).

CARTÕES AMARELOS: André Luís e Felipe (F). Gustavo Ferrareis e Julinho(A).

ARBITRAGEM: Thiago Duarte Peixoto, auxiliado por Emerson Augusto de Carvalho e Marcelo Carvalho Van Gasse. VAR de José Cláudio Rocha Filho.

BORDERÔ: não informado.

LOCAL: Arena Castelão, em Fortaleza.

Clique aqui para mais notícias do Avaí.

Deixe seu comentário:

publicidade