nsc
    dc

    Tragédia

    Avião turco cai sobre vilarejo e deixa ao menos 37 mortos no Quirguistão

    Boeing -747, partiu de Hong Kong com destino a Istambul

    16/01/2017 - 03h52 - Atualizada em: 16/01/2017 - 08h43

    Compartilhe

    Por AFP
    (Foto: )

    Pelo menos 37 pessoas, entre elas seis crianças, morreram devido a queda de um avião de carga turco em um vilarejo próximo ao aeroporto de Manas, em Bishkek, capital do Quirguistão.

    "O Boeing-747, que partiu de Hong Kong, na China, se chocou contra o solo em meio a uma espessa neblina quando se aproximava do aeroporto de Manas, por volta das 7h40min, horário local", informou o Ministério de Emergências do país.

    Leia mais:

    Chefe da CIA pede a Trump que modere impulsos

    Espanhol da Cruz Vermelha é solto no Afeganistão após um mês de sequestro

    Conferência de Paris pede a Israel e palestinos que evitem 'ações unilaterais'

    A aeronave da Companhia Aérea ACT, da Turquia, deveria fazer uma escala em Bishkek antes de viajar para Istambul, destino final do avião, de acordo com as informações prestadas pela companhia às autoridades aeroportuárias.

    Os serviço médico de emergência relatou que havia seis crianças entre as vítimas, em sua maioria moradores da aldeia vizinha de Dacha-Suu, onde a aeronave caiu. A queda ocorreu no coração da aldeia, que fica próxima do aeroporto, provocando um incêndio que danificou 43 casas — 15 delas ficaram totalmente destruídas, segundo o Ministério de Situações de Emergência.

    Inúmeros bombeiros, médicos e equipes de resgate foram enviados ao local da tragédia, onde o ministério de Situações de Emergência instalou barracas para os desabrigados que tiveram suas casas danificadas na queda do avião.

    — O avião caiu sobre casa e matou famílias inteiras, não sobrou nada das casas, as pessoas morreram com seus filhos, muitos estavam dormindo — disse uma testemunha do acidente, que preferiu não se identificar.

    Todos os voos foram cancelados no aeroporto de Manas em Bishkek, até nova ordem. O presidente do Quirguistão, Almazbek Atambaiev enviou condolências às famílias das vítimas e ordenou o governo a "investigar minuciosamente o que causou a tragédia", segundo um chefe de Estado.

    Atambaiev retornou na noite de domingo da China. O avião no qual viajava foi forçado a aterrissar no aeroporto de Issyk-Kul, cerca de 400 quilômetros a leste de Bishkek, por causa do nevoeiro que havia sobre a capital.

    Imediatamente, uma comissão governamental liderada pelo vice-primeiro-ministro Mujametkali Abulgaziev foi criada para investigar a ocorrência. Abulgaziev viajou para onde o avião caiu acompanhado dos ministros de Situações de Emergência e Transporte, anunciou o governo do Quirguistão

    Leia as últimas notícias de ZH

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Cotidiano

    Colunistas