Dentre as muitas divisões e diferenças geracionais que têm se criado com o passar dos anos, os “Baby Boomers” reservam uma importância singular pelo seu impacto e influência multifacetada. Nascidos no período do pós-guerra, entre 1946 e meados da década de 1960, esses indivíduos foram testemunhas e protagonistas de transformações sociais, econômicas e culturais profundas.

Continua depois da publicidade

Siga as notícias do Hora no Google Notícias

Clique e participe do canal do Hora no WhatsApp

Quem são os “Baby boomers”

O termo “Baby Boomers” surgiu do aumento significativo da taxa de natalidade após o fim da Segunda Guerra Mundial, quando as nações ocidentais se recuperavam do conflito e vislumbravam um futuro de reconstrução e prosperidade. Essa explosão demográfica não apenas alterou a realidade populacional, mas também moldou a dinâmica política, econômica e cultural das décadas subsequentes.

Continua depois da publicidade

Os “Baby boomers” cresceram em um período de otimismo e crescimento econômico, testemunhando o surgimento de tecnologias inovadoras, como a televisão e o computador pessoal. Eles foram pioneiros em movimentos de contracultura e ativismo social, desafiando as normas estabelecidas e lutando por mudanças significativas em áreas como direitos civis, igualdade de gênero e preservação ambiental.

No entanto, à medida que os “Baby boomers” envelhecem, seu impacto continua a ser sentido de maneiras diversas. Muitos estão atualmente na faixa etária de aposentadoria, enfrentando questões relacionadas à segurança financeira, cuidados de saúde e legado para as gerações futuras. Seu peso demográfico também influencia políticas públicas e estratégias de mercado, à medida que governos e empresas buscam atender às necessidades e preferências dessa grande cohorte de indivíduos.

Continua depois da publicidade

Prioridades dos Baby Boomers

Segurança financeira:

  • Planejamento para a aposentadoria e gestão de recursos financeiros;
  • Preocupações com pensões, investimentos e segurança social.

Cuidados com a saúde:

  • Acesso a cuidados médicos de qualidade;
  • Preocupações com o custo dos medicamentos e tratamentos;
  • Planejamento de longo prazo para cuidados de saúde em idade avançada.

Bem-estar familiar:

  • Apoio e preocupação com familiares mais velhos, como pais e cônjuges;
  • Preocupações com a educação e o bem-estar dos filhos e netos.

Continua depois da publicidade

Engajamento comunitário:

  • Participação em organizações locais e atividades voluntárias;
  • Busca por maneiras de contribuir para a comunidade e deixar um legado positivo.

Estabilidade habitacional:

  • Manutenção e segurança da habitação;
  • Preocupações com o custo de moradia e possíveis mudanças de moradia conforme envelhecem.

Qualidade de vida:

  • Busca por atividades de lazer e interesses pessoais;
  • Investimento em hobbies, viagens e experiências que tragam satisfação pessoal.

Continua depois da publicidade

Legado e impacto:

  • Reflexão sobre o significado da vida e o legado deixado para futuras gerações;
  • Desejo de transmitir valores e conhecimentos adquiridos ao longo da vida.

Baby Boomers e a televisão

A televisão se tornou uma presença dominante nas casas dos “Baby boomers” durante sua infância e adolescência, moldando suas visões de mundo e ampliando suas experiências culturais. A programação da época refletia e influenciava as tendências sociais, desde programas de variedades até séries de drama e comédia, e é claro, os noticiários.

Além disso, a televisão desempenhou um papel importante na cobertura de eventos históricos, como os primeiros passos na lua, os movimentos pelos direitos civis e a Guerra do Vietnã, fornecendo aos “Baby boomers” acesso imediato e vívido a informações e imagens que moldariam suas opiniões e perspectivas.

Continua depois da publicidade

Leia mais

Geração X: Entenda as características da “Geração Coca-Cola”

Geração Y: Entenda as características dos Millennials

Geração Z: Entenda quando começa e suas características

Geração Alfa: Conheça mais sobre os nascidos no século XXI

Geração C: Entenda as características e quem são os “coronababies”

Destaques do NSC Total