nsc
an

Superação

Bailarina que nasceu sem os braços encanta o público do Festival de Dança de Joinville

Vitória Bueno se apresenta pela primeira vez nos palcos da cidade

27/07/2022 - 15h07

Compartilhe

Marcelo
Por Marcelo Henrique
Bailarina
Vitória Bueno nasceu com má formação congênita e sem os braços
(Foto: )

Os palcos do Festival de Dança de Joinville receberam um exemplo de inspiração nos últimos dias. Aos 18 anos, a bailarina Vitória Bueno, que nasceu com má formação congênita e sem os braços, encantou o público ao exibir elasticidade e talento nas danças apresentadas.

> Acesse para receber notícias de Joinville e região pelo WhatsApp

Desde a infância, Vitória aprendeu a usar os pés para todas as atividades do dia a dia, e para o balé não foi diferente. Em entrevista à NSC TV Joinville, a jovem declarou que, mesmo com as dificuldades físicas, pretende superar os obstáculos.

- Eu não tenho limites para sonhar, a minha deficiência é só um detalhe. Então vou continuar lutando e correndo atrás dos meus sonhos - celebra.

Em 13 anos de carreira, Vitória se destacou em um dos maiores concursos de talentos da televisão alemã. Agora, o desafio da vez é fazer bonito nos palcos de Joinville, onde também apresenta a trajetória dela para o público.

- Eu fico muito feliz porque sempre foi meu sonho conhecer o maior festival de dança do mundo e vendo que além de dançar, vou palestrar para contar um pouquinho da minha história, é algo difícil de acreditar, surreal - comenta.

Sob supervisão de Lucas Paraizo

Leia também:

Festival de Dança de Joinville aposta na pluralidade para abraçar diferentes públicos

Conheça a Ballroom, movimento cultural que estreia no Festival de Dança de Joinville

Tudo o que você precisa saber sobre o Festival de Dança de Joinville 2022

Colunistas