nsc
an

Despedida

Bebê de Joinville morre dias após receber transplante de coração

Henrique, de um ano, lutava pela vida desde os cinco meses ao ser diagnosticado com miocardiopatia dilatada

10/06/2018 - 10h08 - Atualizada em: 10/06/2018 - 14h20

Compartilhe

Por Redação NSC
Henrique dos Santos Delfino
Henrique dos Santos Delfino
(Foto: )

O bebê joinvilense Henrique dos Santos Delfino, que passou por um transplante de coração no último dia 30 de maio ao completar um ano de idade, faleceu entre o fim da noite de sábado e a madrugada deste domingo (10). A informação foi compartilhada pela mãe do menino em uma rede social.

A história de Henrique comoveu os catarinenses, que esperava há mais de seis meses por um doador compatível. O menino conseguiu receber o transplante no dia do aniversário de um ano, em uma cirurgia realizada no Hospital Santo Antônio, em Porto Alegre (RS). Desde então, permanecia em recuperação no local acompanhado da família, que mudou de Joinville para cuidar do menino na capital gaúcha.

A luta de Henrique por um transplante começou quando ele ainda tinha apenas cinco meses, depois de apresentar sintomas de uma gripe forte e receber o diagnóstico de bronquiolite. À época o quadro se agravou e um exame mostrou haver algo errado com o coração: é possível que uma infecção viral tenha causado a dilatação do coração, que cresceu e perdeu a função. O novo diagnóstico foi de miocardiopatia dilatada, o chamado "coração grande".

O bebê conseguiu encontrar um doador mesmo dependendo de uma soma de fatores como compatibilidade para doação, tamanho adequado (de no máximo três vezes o peso dele), nunca ter sofrido uma parada cardíaca e estar próximo geograficamente. Porém, poucos dias depois do transplante o pequeno não resistiu.

Em desabafo emocionado na internet, Cristiane, a mãe do menino relembrou a luta de Henrique pela vida.

"Vou te amar para todo o sempre milagrinho da mãe

Guerreiro de luz

Esse é o significado do teu nome

E é oque te define

Te amo eternamente filho amado"

Leia na integra:

De acordo com a família e a central funerária de Joinville, o velório do menino ocorre neste domingo na Capela Mortuária São Sebastião. O sepultamento será na manhã de segunda-feira, às 9h30, no Cemitério São Sebastião. 

Colunistas