A equipe de Blumenau deu o primeiro passo na longa caminhada que tem na disputa da Liga de Basquete Feminino (LBF). A estreia não foi bem do jeito que o torcedor imaginava. A equipe comandada pela técnica Bruna Rodrigues abusou dos erros e viu um adversário implacável nos arremessos de longa distância na noite desta quinta-feira (9) no Ginásio Sebastião Cruz, o Galegão. Foi dessa forma que o Santo André-SP superou as blumenauenses por 62 a 45 na estreia das equipes na edição 2023 da LBF.

Continua depois da publicidade

Receba notícias de Itajaí e região por WhatsApp

O grande nome do jogo foi a ala-pivô Glenda Cruz. A jogadora do time de Santo André-SP deixou a quadra com 16 pontos, oito rebotes e cinco assistências. Pelo lado de Blumenau, o destaque ficou com a ala Leila Zabani, que anotou 14 pontos, pegou seis rebotes e distribuiu sete assistências.

A técnica do time de Blumenau, Bruna Rodrigues, diz que o time sentiu a falta de entrosamento e o desfalque de atletas que não puderam jogar, como foi o caso da ala-pivô Kawani.

– A nossa eficiência não foi boa, porque tivemos dificuldades em fazer as movimentações. Agora, é recuperar as atletas, treinar e fazer os ajustes necessários. A liga está só começando – comentou a treinadora.

Continua depois da publicidade

Pelo sonho do título, Blumenau estreia na Liga de Basquete Feminino nesta quinta-feira

Agora, as blumenauenses arrumam as malas e embarcam para disputar dois jogos fora de casa, no interior paulista. O primeiro compromisso será no dia 19, contra o Sesi, em Araraquara (SP). Dois dias depois, elas viajam até Catanduva (SP), onde enfrentam as donas da casa. O próximo jogo da equipe em Blumenau está previsto para o dia 31 de março. As blumenauenses recebem o Campinas-SP, às 19h, novamente no Galegão.

O jogo

O time do ABC paulista começou com tudo. Com os arremessos certeiros de Tássia na linha de 3 pontos, as visitantes abriram 8 a 2 nos três minutos iniciais de jogo. Demonstrando muito nervosismo, o time de Blumenau forçou erros no ataque e viu as adversárias abrirem vantagem. Após um pedido de tempo da técnica Bruna Rodrigues, o time da casa manteve os erros e terminou o 1º quarto em desvantagem no placar: 18 a 6 para Santo André-SP.

O 2º quarto começou com roteiro parecido. Mais equilibrado, o time paulista construía boas tramas ofensivas e mantinha vantagem no placar. As blumenauenses, por sua vez, forçavam os arremessos de longa distância, que teimavam em tocar no aro e sair. O cenário mudou a partir de um arremesso convertido pela armadora Maria Albiero. As donas da casa conseguiram se organizar e reduziram a desvantagem para seis pontos: 20 a 14.

Páscoa em Blumenau começa nesta quinta e transforma Vila Germânica; veja programação

Entre erros e acertos dos dois lados, o jogo seguiu equilibrado e nos minutos finais do período, as blumenauenses reduziram a desvantagem. As paulistas foram para os vestiários no intervalo à frente no placar: 25 a 20.

Continua depois da publicidade

liga-de-basquete-feminino-blumenau-santo-andre-sp-2
Primeiro tempo do jogo foi marcado pelo equilíbrio (Foto: Vitor Bett, BFB, Divulgação)

Na volta dos vestiários, as visitantes seguiram ditando o ritmo do jogo, tramando melhor as jogadas ofensivas e tendo melhor aproveitamentos nos arremessos da linha de 3 pontos. Empurradas pela torcida e com boa atuação da ala Leila Zabani, as donas da casa esboçaram uma reação. Mas foram freadas pela repetição de erros nos dois lados da quadra. Assim como nos dois períodos anteriores, as paulistas encerraram o 3º quarto à frente: 47 a 32.

Leia outras notícias do mundo dos esportes

No último e decisivo quarto da partida, o duelo foi mais truncado, com faltas picotando o jogo e muita reclamação, sobretudo do time paulista. As blumenauenses chegaram a reduzir a desvantagem nos minutos iniciais, porém, logo viram as adversárias voltar a se distanciar no placar. Visivelmente nervosas, as donas da casa mantiveram os erros, sobretudo na linha do lance livre, onde deixaram de converter nove pontos. Os arremessos de longa distância também ficaram aquém do esperado, com apenas uma bola convertida em 26 tentativas.

E com esse enredo, as paulistas comemoraram após o zerar do cronômetro: vitória por 62 a 45.

A competição

Além de Blumenau e Santo André-SP, outras seis equipes disputam a LBF em 2023. São elas:

A fórmula de disputa é praticamente a mesma da temporada anterior. Veja os detalhes:

Esta será a sétima participação de Blumenau na LBF. Confira o histórico do clube na liga:

Leia mais:

Brusque vence Blumenau na estreia do Campeonato Brasileiro de Basquete masculino

Morre a capivara de Blumenau que fez os órgãos ambientais reverem atendimento em SC

Avô suspeito de estuprar netos é preso em SC

Destaques do NSC Total