nsc
dc

publicidade

Laura Coutinho 

Blumenauense, Tauana Sofia encontra no Sul da Ilha inspiração para a fotografia 

15/01/2017 - 15h59

Compartilhe

Por Redação NSC

Ano passado, antes de trocar o CEP da movimentada Balneário Camboriú pelo pacato Rio Tavares, bairro em discreta ascensão na fronteira entre o Leste e o Sul da Ilha, Tauana Sofia, fotógrafa e neo it girl da Ilha, cogitou São Paulo. Desistiu quando, depois de uma temporada trabalhando na capital paulista, observou o mercado, feito de interesses, contatos e alguns castelos de areia.

Preferiu a paz da localidade do Reffifi, vizinha do Novo Campeche e com jeito de comunidade hippie, onde tem o mar, os amigos e cenários naturais de sobra para as campanhas que clica, boa parte delas de moda praia. Tauana é, aliás, uma típica representante do bairro que junta nativos, profissionais liberais e criativos com vida profissional ativa, mas bastante interessados em qualidade de vida e natureza.

(Foto: )

A decisão por ficar no Estado de origem diz muito sobre a blumenauense de 28 anos. E também sinaliza uma mudança no cenário da fotografia e da moda: enquanto levas de profissionais precisaram partir para São Paulo, há pouco tempo o único destino nacional para quem desejava crescer nessas áreas, Tauana e outros da nova geração tem feito o caminho inverso. Graças às possibilidades que a mobilidade digital oferece, eles apostam numa desaceleração sem que isso signifique menos trabalho. Pelo contrário, a leonina que tem trazido para as campanhas um olhar fresh, honesto e naturalista, atributos que também encontram eco na sua personalidade, nunca trabalhou tanto. E seu percurso nem é tão longo: Tauana cursou Psicologia e depois Cosmetologia para, só depois, se render ao hobbie antigo de adolescente, quando clicava os books das amigas (e quem não fez um?). Estimulada pelo pai a seguir a paixão (os pais da geração Y também mudaram), começou como assistente de fotografia e, em menos de um ano depois, abriu o próprio estúdio. No segundo ano, trabalhou em Paris e caiu nas graças do mercado do Vale do Itajaí, recheado de marcas ávidas por uma moderna linguagem de moda que Tauana domina.

Entre as conquistas, a fotógrafa cita os dois ensaios publicadas no site Photovogue da Vogue Itália, uma das revistas de moda mais respeitadas do mundo e o sonho de qualquer profissional da área. O hiper-realismo das fotos dela agradou aos editores: em uma das imagens mais belas, uma menina com cabelo enrolado e cheia de sardinhas fecha um cigarro em um boteco. Em outra, a modelo se apresenta sem muita produção num banheiro de apartamento antigo na região central de São Paulo. Uma beleza que vem da honestidade na produção e no tratamento. Mas nada disso significa menos ambição: Tauana é empreendedora, prospecta clientes e não tem medo de bater na porta de ninguém.

- Estou dando valor para Santa Catarina. Temos clientes enormes e tem gente que não enxerga. Alguns querem ser muitos ¿artistas ¿ e acabam se fechando. Eu faço marcas grandes e pequenas e trabalho com a mesma dedicação para todas.

Entre um clique e outro, um pulo na praia, o surfe que está aprendendo, uma sessão de cinema e os shows de jazz e blues com os amigos. Nada de balada e ostentação. Essa é outra Floripa. Nos planos, sonhos que permitam ela siga sendo ela mesma, sem photoshop ou muita pretensão.

- Quero continuar fotografando moda. Fotografar menos e marcas melhores, não necessariamente maiores, mas com as quais me identifique. Não almejo morar fora. Só trabalhar em paz e ficar tranquila. E viajar de vez em quando – finaliza, já na expectativa para a trip para a Indonésia em fevereiro, na qual vai misturar trabalho e prazer, uma separação que ela já não faz há algum tempo.

Confira alguns cliques da fotógrafa:

Um dos editoriais publicados pelo site da Vogue Itália
Um dos editoriais publicados pelo site da Vogue Itália
(Foto: )
(Foto: )
(Foto: )
(Foto: )

Deixe seu comentário:

publicidade