nsc
an

Verão

Bombeiros continuam buscas por casal que se afogou na Lagoa de Barra Velha

Eles estavam com uma criança e outro adulto em um colchão inflável quando foram levados pela correnteza

02/01/2020 - 11h27 - Atualizada em: 02/01/2020 - 11h30

Compartilhe

Cláudia
Por Cláudia Morriesen
foto mostra lagoa com uma placa amarela que diz que o local não tem guarda-vidas
Eles brincavam neste local, onde há placas que informam sobre o perigo de nadar na lagoa
(Foto: )

O casal que desapareceu em 1º de janeiro quando nadava na Lagoa de Barra Velha, no Litoral Norte de Santa Catarina, ainda está sendo procurado pelo Corpo de Bombeiros Militares de Barra Velha. As buscas voltaram a acontecer na manhã desta quinta-feira, 2, por uma equipe de mergulhadores e por bombeiros em uma embarcação.

De acordo com os bombeiros, a mudança de maré e a presença de mangue ao redor da lagoa prejudicam na localização dos corpos. Segundo testemunhas, o homem de 37 anos e a mulher de 52 anos estavam brincando com outro adulto, tio do homem, e com uma criança de nove anos, em um colchão inflável. Eles foram levados pela correnteza provocada pela alta da maré.

Eles contaram aos bombeiros que a mulher tentou voltar à margem, mas não sabia nadar. O homem tenou ajudar, mas também foi arrastado. Parentes das vítimas contaram à equipe da NSC TV que eles tinham o costume de tomar banho no local. Os dois moravam em Jaraguá do Sul e não tiveram o nome divulgado.

A Lagoa de Barra Velha não tem guarda-vidas. Uma placa dos bombeiros informa que já ocorreram mortes no local e que é perigoso para o banho. Também alerta para o risco de saltar da ponte e que há buracos no areia no fundo da lagoa.

Deixe seu comentário:

Últimas notícias

Loading interface... Todas de Cotidiano

Colunistas