nsc
    santa

    Noite de euforia no Vale

    Brusque goleia Remo, se classifica e alcança a melhor campanha do clube na Copa do Brasil

    Com dois do reizinho Thiago Alagoano, time do Vale do Itajaí vence por 5 a 1 e chega pela primeira vez à terceira fase da competição nacional

    20/02/2020 - 22h26 - Atualizada em: 20/02/2020 - 23h00

    Compartilhe

    Jean
    Por Jean Laurindo
    Edu, Thiago Alagoano e companhia fizeram a alegria dos 3,9 mil torcedores que lotaram o Estádio Augusto Bauer
    Edu, Thiago Alagoano e companhia fizeram a alegria dos 3,9 mil torcedores que lotaram o Estádio Augusto Bauer
    (Foto: )

    A torcida do Brusque vem construindo uma relação de intimidade com a Copa do Brasil. Em 2017, pela competição nacional, o clube eliminou o Remo e se classificou para um confronto histórico em casa com o Corinthians, futuro campeão nacional daquele ano, em que o time do Vale do Itajaí acabou eliminado somente nos pênaltis.

    Em 2020, na sexta participação do Bruscão na Copa do Brasil, o clube teve novamente pela frente o Remo. E outra vez o time do Vale do Itajaí levou a melhor. Com dois gols de Thiago Alagoano, um de Edu, um de Airton e um contra do zagueiro do Remo, o Brusque deu show, venceu por 5 a 1, foi soberano na partida e se classificou para a terceira fase da competição.

    É a primeira vez que o Brusque chega a esta etapa da Copa do Brasil. De quebra, a vaga na terceira fase assegurou também uma importante cota de R$ 1,5 milhão para o time do Vale do Itajaí, que este ano irá disputar também a Série C do Campeonato Brasileiro. Pela participação nas duas primeiras fases, o Brusque já havia faturado R$ 1,1 milhão.

    O Brusque entrou em campo nesta quinta-feira (20) ciente da importância do jogo, e parecia disposto a fazer uma noite perfeita para os 3,9 mil torcedores que lotaram o Estádio Augusto Bauer.

    O time sufocou o Remo desde o primeiro minuto. Conseguiu pressionar muito em chegadas pelo lado esquerdo, com o apoio do lateral Aírton. O time da casa chegou a perder um pênalti com o atacante Edu. Menos mal que, mais tarde, Thiago Alagoano fez bela jogada e abriu o placar.

    Na segunda etapa, Airton saiu de coadjuvante para protagonista. Em cobrança de falta pela direita, ele cruzou para a área, mas a bola foi na direção do gol e o goleiro Vinícius aceitou. O Remo descontou, mas a partir daí só deu Brusque: Neguete (contra), Edu e Thiago Alagoano ampliaram a vantagem e garantiram o 5 a 1 no placar para o Bruscão.

    Classificado, o Brusque agora espera pela definição do adversário na próxima fase: Brasil de Pelotas ou Manaus. Os dois times se enfrentam no próximo dia 4 de março.

    Edu perdeu pênalti, mas marcou na segunda etapa
    Edu perdeu pênalti, mas marcou na segunda etapa
    (Foto: )

    O jogo: pressão desde o início

    O primeiro tempo foi quase um treino de ataque contra defesa. Empurrado pelos 3,9 mil torcedores que lotaram o Estádio Augusto Bauer, o Brusque sufocou a equipe do Remo e criou praticamente todas as oportunidades.

    Logo aos quatro minutos, Airton fez cruzamento rasteiro pela esquerda na direção de Edu. O centroavante brusquense encheu o pé e a bola passou muito perto.

    Dos pés do lateral-esquerdo Airton surgiam quase todas as oportunidades do Brusque. Aos 13, o camisa 6 cobrou escanteio na área para o zagueiro Éverton Alemão, que cabeceou forte. O goleiro do Remo, Vinícius, saltou para fazer uma bela defesa e evitar o gol do Brusque.

    Reizinho Thiago Alagoano marcou duas vezes
    Reizinho Thiago Alagoano marcou duas vezes
    (Foto: )

    Menos de um minuto depois, Rodolfo Potiguar arriscou um chute da intermediária, mas Vinícius fez uma bela ponte e fez a defesa. Acuado, o Remo tinha dificuldade até par esboçar algum contra-ataque.

    A pressão do Brusque quase foi recompensada aos 23 minutos. Airton, sempre ele, cruzou da esquerda, mas o atacante Alex Sandro foi puxado dentro da área pelo defensor Mimica, do Remo. O árbitro marcou pênalti para o Brusque. Mas a euforia da torcida do Vale durou pouco. O atacante Edu foi para a bola, bateu fraco no canto esquerdo e o goleiro Vinícius caiu para sem dificuldade fazer a defesa.

    "Reizinho" Thiago Alagoano se curvou à torcida do Brusque
    "Reizinho" Thiago Alagoano se curvou à torcida do Brusque
    (Foto: )

    Depois do pênalti perdido, o jogo diminuiu um pouco do ritmo. Aos 38, porém, o Brusque recuperou a bola e conseguiu uma descida rápida pela esquerda. Thiago Alagoano, dono da camisa 10 e chamado de Reizinho pela torcida do Brusque, saiu em velocidade, deu um belo corte no marcador e acertou um chute cruzado da entrada da área que abriu o placar: 1 a 0 Brusque.

    Segundo tempo: domínio e susto

    O segundo tempo repetiu o enredo do primeiro tempo, com total supremacia do Brusque. Aos 6, o reizinho Thiago Alagoano cobrou falta colocada e quase ampliou.

    O gol da tranquilidade veio dos pés do lateral Airton. Aos 13 minutos, ele cobrou falta do lado direito da área. Ele bateu fechado, na direção do gol, e o goleiro Vinícius aceitou.

    Aos 22, Thiago Alagoano teve a chance de matar o jogo e virar de vez o herói da noite. Ele recebeu cruzamento da direita e cabeceou firme, mas Vinícius fez a defesa. O camisa 10 ainda tentou ficar com o rebote, mas não conseguiu.

    O Remo conseguiu alimentar esperanças aos 25. Após cobrança de escanteio, a bola subiu e sobrou para Giovane Gomez, que acertou um chute forte de primeira e descontou para o Remo.

    A partir daí, o time visitante tentou buscar o empate e forçou o Brusque a diminuir um pouco o ímpeto ofensivo. Mas a amaeaça durou pouco. No primeiro contra-ataque, aos 31, Edu foi lançado pela direita, desceu em velocidade e cruzou para Thiago Alagoano. O atacante chutou, a bola bateu no zagueiro Neguete, do Remo, e foi para a rede: 3 a 1 para o Brusque.

    Thiago Alagoano marcou o primeiro da partida
    Thiago Alagoano marcou o primeiro da partida
    (Foto: )

    No lance seguinte, o passeio ficou completo. Em novo contra-ataque do Brusque, a bola sobra para Thiago Alagoano. Foi a vez de os papéis se inverterem e o camisa 10 servir o atacante Edu, que se redimiu do pênalti perdido e bateu por cobertura, com categoria, para fazer 4 a 1 para o Brusque. Foi o sétimo gol de Edu em oito jogos com a camisa do Brusque em 2020.

    Nos 10 minutos finais, ao som de "o freguês voltou", tudo virou festa para a torcida do Brusque. Para completar a festa, a cereja do bolo: aos 47, Dandan cruzou para Thiago Alagoano, que completou a noite perfeita e marcou o quinto do Brusque.

    Dez dias de folga após classificação

    O Brusque terá 10 dias de folga dos gramados após a classificação desta quinta-feira. O time mantém a rotina de treinos, mas só volta a campo para um jogo oficial no próximo domingo (1º de março, porque o Estadual não terá rodada no fim de semana de Carnaval), às 18h30min, contra o Criciúma. O jogo é fora de casa, no Estádio Heriberto Hülse, no Sul do Estado. O Bruscão é o atual líder do Catarinense, com 13 pontos ganhos, e já está classificado para as quartas de final.

    Noite foi de festa completa para a torcida do Brusque
    Noite foi de festa completa para a torcida do Brusque
    (Foto: )

    Pela Copa do Brasil, o Brusque vai enfrentar o vencedor do duelo entre Brasil de Pelotas e Manaus, que ainda se enfrentam daqui a duas semanas, no Rio Grande do Sul. A terceira fase ainda não tem datas confirmadas, mas deve ocorrer entre os dias 11 e 19 de março.

    Ficha técnica

    Brusque

    Zé Carlos; Gustavo Henrique, Éverton Alemão, Ianson e Airton; Zé Mateus, Rodolfo Potiguar e Marco Antônio; Alex Sandro, Thiago Alagoano e Edu

    Técnico: Jersinho Testoni

    Remo

    Vinícius; Mimica, Fredson, Neguete e Ronaell; Xaves, Gelson, Lailson e Douglas Packer; Ermel e Jackson

    Técnico: Rafael Jacques

    Arbitragem: Emerson de Almeida Ferreira (MG), auxiliado por Marconi Helbert Vieira e Magno Arantes Lira.

    Cartões amarelos: Rodolfo Potiguar, Zé Matheus, Marco Antônio, Thiago Alagoano, Alex Sandro (B); Ronaell e Lailson (R)

    Gols: Thiago Alagoano (B), aos 38 minutos do primeiro tempo, Airton, aos 13 do segundo, Neguete (contra), aos 31, e Edu, aos 32 do segundo tempo (B)

    Público: 3.892 torcedores

    Local: Estádio Augusto Bauer, em Brusque

    Brusque fez 5 a 1 e se classificou com méritos para a terceira fase da Copa do Brasil
    Brusque fez 5 a 1 e se classificou com méritos para a terceira fase da Copa do Brasil
    (Foto: )

    Deixe seu comentário:

    Últimas notícias

    Loading... Todas de Esportes

    Colunistas