nsc

publicidade

Automático

Caixa começa a pagar R$ 500 por conta do FGTS nesta semana; veja como recusar depósito 

Banco depositará na sexta-feira (13) o valor para correntistas nascidos em janeiro, fevereiro, março e abril 

09/09/2019 - 18h55

Compartilhe

Por GaúchaZH
Trabalhadores com conta na Caixa recebem primeiro o dinheiro
Trabalhadores com conta na Caixa recebem primeiro o dinheiro
(Foto: )

Beneficiários do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e que tenham conta poupança na Caixa Econômica Federal começam a receber nesta semana um reforço de até R$ 500 por conta do Fundo. A Caixa depositará na sexta-feira (13) o valor para correntistas nascidos em janeiro, fevereiro, março e abril. Os repasses serão feitos automaticamente até 31 de março de 2020, conforme a data de nascimento dos trabalhadores.

De acordo com a Caixa, o crédito automático só será realizado para quem abriu conta poupança até 24 de julho de 2019. Segundo o banco, cerca de 33 milhões de trabalhadores receberão o crédito automático.

Em Santa Catarina, mais de 4 milhões de trabalhadores têm direito ao saque. Veja o guia e tire as principais dúvidas a respeito.

Os clientes do banco que não quiserem retirar o dinheiro têm até 30 de abril de 2020 para informar a decisão em um dos canais divulgados pela Caixa: agências da Caixa, no site do FGTS, app FGTS, telefone 0800-724-2019 e Internet Banking.

Conforme a assessoria do banco, se o cliente optar pelo cancelamento do crédito automático em poupança antes do débito, ainda assim o valor ficará disponível para saque no período. Se o pedido de cancelamento acontecer após o depósito, o dinheiro voltará para a conta do FGTS do trabalhador.

Para quem tem conta na Caixa e quer receber a fatia do FGTS, os depósitos seguirão o seguinte cronograma:

Quem nasceu em janeiro, fevereiro, março e abril recebe a partir de 13 de setembro

Quem nasceu em maio, junho, julho e agosto recebe a partir de 27 de setembro

Quem nasceu em setembro, outubro, novembro e dezembro recebe a partir de 9 de outubro

Quem não tem conta na Caixa poderá fazer o saque em datas diferentes. Os nascidos em janeiro serão os primeiros a receber, no dia 18 de outubro. Para saber os valores disponíveis para saque, os canais de recebimento e as opções de crédito em conta, é só acessar o site da Caixa e informar número do CPF, do NIS (Número de Identificação Social), do PIS (Programa de Integração Social) ou do Pasep (Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público) e a data de aniversário.

O calendário completo para não-correntistas da Caixa segue conforme o mês de nascimento:

Janeiro - 18/10/2019

Fevereiro - 25/10/2019

Março - 08/11/2019

Abril - 22/11/2019

Maio - 06/12/2019

Junho - 18/12/2019

Julho - 10/01/2020

Agosto - 17/01/2020

Setembro - 24/01/2020

Outubro - 07/02/2020

Novembro - 14/02/2020

Dezembro - 06/03/2020

Saques de até R$ 100 poderão ser realizados em casas lotéricas, com apresentação de documento de identidade original com foto e número do CPF. Para quem possui cartão Cidadão e senha, o saque poderá ser feito nos terminais de autoatendimento, em unidades lotéricas ou correspondentes Caixa Aqui. Quem não tem o cartão Cidadão deve procurar uma agência da Caixa.

Saque aniversário

Outra modalidade de saque, válida para o próximo ano, será o saque aniversário. Os trabalhadores interessados em migrar para essa sistemática poderão comunicar à Caixa a partir de 1º de outubro de 2019. Ao confirmar esta opção em um dos canais divulgados pelo banco, o trabalhador deixará de efetuar o saque em caso de rescisão de contrato de trabalho.

Quem realizar a mudança, só poderá retornar à modalidade anterior após dois anos da data da solicitação à Caixa. Caso o trabalhador não comunique o interesse no tipo de saque, a regra da rescisão será mantida. A decisão de migrar para a modalidade do saque aniversário, não anula a multa de 40% em caso de demissão sem justa causa.

Deixe seu comentário:

publicidade